Apucarana

Greve fecha agência do MTE em Apucarana

Da Redação ·
Greve fecha agência do MTE em Apucarana - Foto: José Luiz Mendes
Greve fecha agência do MTE em Apucarana - Foto: José Luiz Mendes

Os servidores das agências do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aderiram, nesta segunda-feira, a paralisação da categoria, iniciada semana passada pelos funcionários do INSS. Em Apucarana e Londrina, as agências não abriram as portas.

continua após publicidade

Segundo informações do Sindicato dos Servidores Públicos Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Ação Social do Paraná (Sindprevs), agências de Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo e Pato Branco também estão fechadas e em outras cidades assembleias vão definir nesta terça-feira se os funcionários vão aderir ao movimento, caso de Maringá e Ponta Grossa. Na região,  a paralisação não chegou a unidade de Arapongas, que mantinha atendimento normal nesta segunda-feira.

O diretor do Sindiprevs, Ruy João dos Santos, destaca que a paralisação tem uma pauta única. “Desta vez nossa paralisação não atinge apenas um ministério mas todos, dado o empobrecimento que o servidor vive nesse governo”, comenta.

continua após publicidade

Em Apucarana, a Agência do Trabalhador, que mantém convênio com o Ministério do Trabalho para confecção de carteiras de trabalho suspendeu o atendimento nesta segunda-feira. “Nós temos como dar entrada no sistema, mas como o restante do processo não é feito por aqui achamos melhor interromper”, comenta o chefe da agência, Lucas Leugi, que destaca que não conseguiu obter maiores informações sobre o atendimento na gerência de Londrina porque os funcionários estão em greve e se recusaram a repassar informações.