Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Reunião prepara primeira edição da Vestvale

.

 Feira aproxima as fábricas e compradores de várias procedências e pode ser alternativa contra a crise
Feira aproxima as fábricas e compradores de várias procedências e pode ser alternativa contra a crise

Uma reunião nesta semana, no auditório da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (ACIA), iniciou os preparativos para a primeira edição da Feira das Indústrias do Vestuário de Apucarana e Vale do Ivaí (Vestvale). O projeto é uma iniciativa da ACIA e do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Apucarana e Vale do Ivaí (Sivale) e será um ambiente de negócios através do qual os empresários de Apucarana e região poderão oferecer suas mercadorias para compradores de todo o país. O Vestvale vai funcionar nas instalações do antigo Tropical Shop, sendo que a primeira edição será realizada no dia 11 de agosto. 

O presidente da ACIA, Júnior Serea, explicou que a Vestvale nasce da soma de esforços entre entidades, poder público, empresários do segmento e compradores. “Como o evento começa fortemente subsidiado, principalmente pela ACIA, fazemos um apelo no sentido de que as empresas participantes ofereçam mercadoria com variedade e bom preço. Isso vai fazer com que os compradores saiam falando bem da Vestvale e de Apucarana”, salientou Serea.

Empresas não associadas à ACIA deverão pagar uma taxa de R$ 1 mil para participar, enquanto as associadas pagarão apenas R$ 100,00 por edição. Serea frisou, porém, que o custo subsidiado pela ACIA, com apoio do Sivale, Sebrae e outras entidades, deve mudar no futuro. “Por isso é preciso que o evento ganhe vida própria”, acrescentou o presidente da ACIA, apresentando cases de sucesso, como o Moda Center Santa Cruz, em Santa Cruz do Capibaribe (PE), e a rodada de negócios realizada pela Associação das Micro e Pequenas Empresas (Ampe) de Brusque, em Santa Catarina. Maior centro atacadista de confecções do Brasil, o Moda Center Santa Cruz reúne mais de 10 mil pontos comerciais, entre boxes e lojas. Nos períodos de maior movimento, o local chega a receber mais de 150 mil clientes por semana. Já a Ampe está realizando a 34ª. rodada em Santa Catarina, sendo referência nacional como evento voltado para o setor.

Serea destacou que a Vestvale pode ser um ambiente de negócios capaz de amenizar os efeitos da crise econômica sobre empresas que atuam no setor e lembrou a importância de os expositores se unirem através da ACIA, participando de ações como o Programa Empreender. O programa reúne em núcleos setoriais as empresas de um mesmo segmento para discutir problemas comuns a todas elas, bem como estratégias e ações para a solução. 

O secretário municipal de Indústria e Comércio, Laércio Beani da Costa, afirmou que Apucarana responde hoje por 25% da confecção produzida no Paraná e que a administração municipal tem o maior interesse em que a Vestvale seja um sucesso. Devem participar da primeira edição 45 empresas, sendo que as indústrias de confecção com marca própria e a cadeia produtiva (tecidos, aviamentos, serigrafia etc) formam o público alvo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber