Apucarana

TRE inicia cadastramento biométrico dos eleitores de Apucarana

Da Redação ·
Edson Denobi - IMAGEM - Edson Denobi
Edson Denobi - IMAGEM - Edson Denobi

O prefeito de Apucarana, Beto Preto, foi um dos primeiros eleitores a fazer o cadastramento biométrico no município, que começou nesta quarta-feira (10/06) e vai até 30 de setembro. O início das atividades contou com a presença do desembargador Jucimar Novochadlo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná. Além de Apucarana, o cadastramento abrangerá ainda outros dois municípios da comarca (Cambira e Novo Itacolomi), totalizando cerca de 103 mil eleitores.

continua após publicidade

O presidente do TER/PR esteve acompanhado de Ana Flora França e Silva, Diretora-Geral do TRE/PR; Valcir Mombach, Secretário de Planejamento, Estratégia e Gestão do TRE/PR; e Marden Lincoln Amaral Machado, Coordenador de Comunicação Social do TRE/PR. Já o prefeito Beto Preto prestigiou a abertura das atividades acompanhado do vice-prefeito Sebastião Ferreira Martins Junior (Junior da Femac) e secretários municipais. Também participaram do ato juízes de Zonas Eleitorais da Comarca de Apucarana, chefes de cartório e demais funcionários do fórum eleitoral.  

O prefeito de Apucarana frisou que o novo sistema vai garantir mais segurança e transparência do voto eletrônico. “É mais um fator que aumenta a credibilidade do processo, vindo para garantir eleições seguras e com resultados rápidos. Conclamo os eleitores para que atendam o chamado do TRE e venham até o fórum eleitoral. É um dever cívico e um ato de cidadania que amplia a democracia participativa”, solicita, informando que a Prefeitura já se colocou à disposição para colaborar no desenvolvimento das atividades. 

continua após publicidade

O presidente do TRE/PR agradeceu o apoio do Município e fez um balanço do Programa de Biometria no Estado. “O sistema já estava implantado em 10 municípios e nesta  fase chegará a 86 cidades. E até janeiro do ano que vem, pretendemos atingir 100 municípios”, projeta Novochadlo. Em todo do Paraná, de acordo com ele, o programa deverá atingir cerca 3 milhões de eleitores e, em todo o Brasil, em torno de 50 milhões. O presidente do TRE/PR também destacou a segurança que a biometria dará ao processo eleitoral. “Vai acabar de vez com o mito de que um eleitor votava no lugar do outro nas seções eleitorais”, ressalta. O Fórum Eleitoral de Apucarana fica na Rua Urânio, na Vila São Carlos. O atendimento acontece de segunda à sexta-feira, no horário das 9 às 18 horas. 

O eleitor deve levar um documento com foto, título de eleitor e um comprovante atualizado de endereço (emitido, no máximo, há 3 meses). Já os eleitores que querem aproveitar para fazer a transferência de domicílio eleitoral devem comprovar que residem, há pelo menos, três meses no município. O QUE É - A biometria é literalmente uma medição biológica, podendo ser das características físicas ou comportamentais relativa a cada indivíduo. A mais utilizada atualmente é a biometria através da impressão digital, que funciona por meio de um sistema de reconhecimento da digital que identifica uma pessoa previamente registrada em um banco de dados. A identificação biométrica foi inserida pela primeira vez nas eleições de 2008, com a finalidade de tornar o processo eleitoral mais seguro. 

A verificação da impressão digital permite um melhor controle na identificação do eleitor, impedindo que durante o pleito uma pessoa se passe por outra, pelo fato de não existirem impressões digitais iguais. O cadastramento biométrico é obrigatório a todos os eleitores das cidades que participam do programa (que é o caso de Apucarana), até mesmo para aqueles cujo voto é facultativo, como os analfabetos, os que têm 16 e 17 anos e mais de 70 anos. Caso o eleitor não compareça ao recadastramento até a data limite (30 de setembro) estipulada para seu domicílio eleitoral, terá o seu título cancelado.