Apucarana

Polícia Ambiental recupera 37 pássaros silvestres em cativeiro 

Da Redação ·
Pássaros apreendidos em Apucarana (Foto: Divulgação)
Pássaros apreendidos em Apucarana (Foto: Divulgação)

continua após publicidade

A Polícia Ambiental recuperou na manhã desta segunda-feira (8), 37 pássaros silvestres que estavam em cativeiro em uma casa localizada no Parque Industrial Norte, em Apucarana. O morador da residência, apontado como o responsável por caçar as aves na natureza para fins comerciais, não estava no local. O suspeito está identificado e será intimado a comparecer na delegaria para prestar esclarecimentos.

Segundo o soldado Murilo Aurélio Belonci da Polícia Ambiental, uma denúncia anônima levou a equipe até o local, por volta das 9 horas. Os pássaros estavam alojados em gaiolas em péssimas condições de higiene, com fezes acumuladas e água nos bebedouros com coloração esverdeada. “Além de responder pelo crime de caça na fauna silvestre, o proprietário vai responder por maus tratos”, afirma acrescentando que nenhum animal estava machucado.

continua após publicidade

Na lista de espécies recuperadas estão o azulão, bico de pimenta, bigodinho, canário-da-terra, coleirinha, galo da campina, maritaca, pássaro-preto, sangue-de-boi, sanhaço–papa-laranja e sabiá. Cerca de 40 gaiolas e duas armadilhas usadas para a captura dos pássaros foram apreendidas no local.

“O responsável capturou espécies raras em nossa região, como o galo da campina, que é mais comum no sul do Estado. O azulão se sobressai perante os demais por ter um alto valor comercial, que pode ultrapassar R$ 3 mil”, informa.

As aves passaram por avaliação na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e em seguida foram soltas na natureza.