Mais lidas
Apucarana

​Polícia Civil fecha refinaria irregular em Apucarana

.

Duas pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil, com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em uma fábrica clandestina para refino de óleo vegetal e animal em Apucarana.  Os suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, foram encontrados em um barracão, por volta das 10h30, na Rua Manganês, no Parque Industrial Norte. Um adolescente de 16 anos também estava no local operando uma caldeira de óleo sem os devidos equipamentos de segurança obrigatórios e cerca de 60 mil litros de óleo vegetal e animal, guardados em tonéis, foram apreendidos no local. 

"A Polícia Civil havia previamente identificado os focos de crime ambiental e então acionou a Secretaria de Meio Ambiente. Há uma série de irregularidades, desde animais sendo maltratados (3 cachorros), há pneus com acúmulo de água (focos de dengue). Há também, o mais grave, gerenciamento inadequado de resíduos como óleo e soda armazenados em péssimas condições e também um processo rudimentar de refino de óleo, feito sem qualquer controle", relatou o secretário da pasta, Ewerton Pires.

De acordo com Pires, a caldeira era usada para refino de óleo, que possivelmente seria revendido a outras empresas da região. Um menor, sem qualquer tipo de preparo operava o equipamento sem nenhuma proteção. "A caldeira ainda ficava logo abaixo de uma rede de alta tensão o que poderia causar uma grande tragédia a qualquer momento', relatou o secretário.

Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente ainda constataram, durante vistoria, que parte do produto era descartado no solo, causando um grande prejuízo ao meio ambiente. "O responsável será obrigado a descontaminar o local", afirmou o secretário.


Foto: Dirceu Lopes


Segundo o chefe do setor de furtos e roubos da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Carlos Alberto Azevedo Gomes, a ação é um desdobramento da operação deflagrada na semana passada, que estourou dois desmanches de veículos furtados e roubados, também localizados na região do Parque Industrial Norte. 

"Os dois presos foram encaminhados para a delegacia, por não possuir nenhum tipo de autorização para realizar o refino de óleo no local. Iremos apurar na sequência também, se algum dos materiais aqui processados eram comercializados para postos de combustíveis", informou Gomes.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber