Apucarana

​Ato relembra os 70 anos da participação dos pracinhas na 2ª Guerra Mundial

Da Redação ·
Todos os anos ele, que mora em Astorga, vem a Apucarana para participar das homenagens aos ex-combatentes
Todos os anos ele, que mora em Astorga, vem a Apucarana para participar das homenagens aos ex-combatentes

Em 2015, a participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na 2ª Guerra Mundial completa 70 anos.

continua após publicidade

O acontecimento foi lembrado pela unidade local do Exército nesta sexta-feira (08/05), durante as comemorações do Dia da Vitória, realizadas em frente do Monumento ao Expedicionário, localizado no Centro Cívico José de Oliveira Rosa.  Durante o evento, o ex-combatente da FEB, João Estevão Bérgamo, que hoje está com 94 anos, colocou uma corbélia de flores no monumento em homenagem aos pracinhas.

O prefeito de Apucarana, Beto Preto, participou da solenidade e conversou com o ex-combatente, que estava acompanhado da esposa, a senhora Zoraida Ramos Bérgamo. “A lucidez do seu João Bérgamo nos deixa emocionados e admirados.

continua após publicidade

Todos os anos ele, que mora em Astorga, vem a Apucarana para participar das homenagens aos ex-combatentes. A maioria das pessoas não faz ideia da rudeza, da dificuldade que foi para os cerca de 25 mil brasileiros que estiveram lá. Que Deus abençoe as famílias e os pracinhas que viveram tudo isso”, assinala Beto Preto.

Também estiveram presentes na solenidade o tenente-coronel Ricardo Tadeu Fiamoncini, comandante do 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec), major Hermerson Saqueta, comandante do 4º Subgrupamento de Bombeiros Independentes de Apucarana (SBGI), do juiz Osvaldo Soares Neto, diretor do Fórum, do tenente Edinei da Silva, comandante da Guarda Municipal (GM), de Carlos Alberto Azevedo, que representou a 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, e de José Airton Deco de Araújo, presidente do Legislativo Municipal, além de demais vereadores, alunos do Colégio Platão, um grupamento do efetivo do 30º BIMec e colaboradores eméritos do Exército.

O 8 de maio de 1945 ficou conhecido como o Dia da Vitória, pois marcou a derrota da Alemanha nazista em favor das forças aliadas. “A data serve para não esquecermos que um dia cerca de 25 mil homens enfrentaram muitas dificuldades, contra um inimigo calejado de batalhas, um terreno adverso, além de severas condições climáticas. Esses homens lutaram contra a intolerância, a opressão, o totalitarismo escravista e a discriminação racial.

Devemos a eles, a vitória da liberdade, da democracia e da paz”, destaca o tenente-coronel Fiamoncini, comandante do 30º BIMec.