Apucarana

Filhote de macaco é nova atração de bosque municipal 

Da Redação ·
A reprodução em cativeiro, como no caso do macaco-prego, é vista como um excelente termômetro pela profissional responsável pelo espaço, bióloga Ângela Juliana Eckardt - Foto: Edson Denobi
A reprodução em cativeiro, como no caso do macaco-prego, é vista como um excelente termômetro pela profissional responsável pelo espaço, bióloga Ângela Juliana Eckardt - Foto: Edson Denobi

Com cerca de 30 dias e apenas alguns gramas, o filhote de macaco-prego ainda não se desgruda de sua mãe, mas vem chamando a atenção dos visitantes do Bosque Municipal Parque das Aves, de Apucarana. Protegido pela mamãe Belinha e pelo papai Chicão, o pequeno primata desfruta de um início de vida bastante tranquilo em um espaçoso viveiro, de 150 metros quadrados, onde também conta com a companhia de outra jovem macaca de sua espécie, batizada pelos cuidadores de Chiquinha, que se comporta como uma “titia-coruja”.

continua após publicidade

“Foi uma grande alegria para toda a equipe quando descobriram o nascimento, logo pela manhã, quando é realizada a limpeza do espaço e servida a alimentação”, conta Éwerton Pires, secretário Municipal de Meio Ambiente. Ele lembra que o bosque municipal é hoje referência regional de abrigamento e exposição, bem como tratamento médico-veterinário dispensado aos animais, onde recentemente, por exemplo, uma arara-canindé conseguiu a cura de um câncer de garganta.

A reprodução em cativeiro, como no caso do macaco-prego, é vista como um excelente termômetro pela profissional responsável pelo espaço, bióloga Ângela Juliana Eckardt. “Por se tratar de um espaço aberto à visitação, a procriação é para nós uma resposta positiva, de que eles estão contentes e à vontade com o tratamento recebido”, diz a especialista que atua no local há cerca de 9 meses. Segundo ela, a outra fêmea do viveiro – Chiquinha – também aparenta estar prenha de um meio-irmão do filhote de cerca de 30 dias, ainda sem nome. “Não podemos afirmar com certeza, mas a suspeita é bastante grande”, informa.

continua após publicidade

O sexo do novo morador do bosque ainda não pôde ser definido. “Estamos acompanhando visualmente seu desenvolvimento e optamos por não gerar estresse desnecessário, tanto para o filhote quanto para a mãe, que é bastante protetora”, comenta a bióloga Ângela.

O macaco-prego (Cebus apella) é um primata encontrado na natureza da Venezuela ao Rio Grande do Sul, no Brasil. Alimenta-se de frutos, nozes, sementes, flores, insetos, ovos e pequenos vertebrados. As espécies possuem uma grande variação na coloração da pelagem, variando de amarelo-claro até marrom-escuro. Podem viver em bandos de até 50 indivíduos e são considerados os primatas mais inteligentes das Américas.

É o único primata neotropical que frequentemente utiliza ferramentas em ambiente natural. As ferramentas mais comuns são pedras utilizadas para quebra de frutos encapsulados (cocos), também utilizam varetas para capturar larvas de insetos e mel de ocos de árvores, e pedras para cavar o solo em busca de raízes comestíveis.

continua após publicidade

Visitação - O Bosque Municipal Parque das Aves funciona de terça-feira a domingo, sempre das 10 às 17 horas, com entrada gratuita. Além de aves e mamíferos, o local dispõe de répteis e está localizado na Rua Clóvis da Fonseca, esquina com a Rua João Antônio Braga Cortes (próximo ao Country Clube). Mais informações e agendamento de visita monitorada pelo telefone 3424-0774 ou 3423-0142.