Apucarana

​Prefeitura oferta curso de inclusão digital para idosos

Da Redação ·
Foto: Profeta
Foto: Profeta

A aula inaugural do Projeto de Inclusão Digital da Terceira Idade, oferecido gratuitamente pela prefeitura, através da Secretaria e Assistência Social, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), lotou ontem (14) à tarde o salão de eventos do pólo da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

continua após publicidade

O público alvo da iniciativa - pessoas acima de 60 anos - atendeu o chamamento dos organizadores do curso e as aulas práticas começam do dia 27 de abril com 150 alunos distribuídos em 5 turmas.

A programação do curso é dividida em três módulos: alfabetização digital, world e internet. Cada um com 8 horas/aula. O curso será ministrado em dois locais visando facilitar o acesso dos alunos às salas de aula.

continua após publicidade

Duas turmas terão aulas no pólo da UAB e as outras três no SESI, voltado alunos daquela região. “Ainda temos vagas e as inscrições podem ser feitas no Centro de Qualificação Total, no Jardim América, ou pelo telefone 3426-7241. O curso tem o total de 24 horas, portando será ministrado durante 12 dias, com duas 2 horas/aula/dia”, detalhou secretária da Assistência Social Márcia Regina de Sousa.

Segundo a gerente do SESI/SENAI de Apucarana, Márcia Kulka, o curso de inclusão digital é oferecido pelo SESI há algum tempo, direcionado a trabalhadores da indústria. “É a primeira vez que é voltado ao público da terceira idade. Isso se tornou possível através da parceria com a prefeitura”, observou.

Representando o prefeito Beto Preto no evento, o secretário de governo da prefeitura, Sérgio Luiz Barroso, destacou a importância do curso para inserção dos interessados na era digital. “Esse aprendizado vai mudar muito a vida de cada um de vocês, permitindo uma maior comunicação com filhos, parentes e amigos.

continua após publicidade

Em nome do prefeito parabenizo todos pela disposição de aprender cada vez mais. Este é apenas o primeiro curso, com 150 alunos, mas a meta de Beto Preto é abrir, até o final do ano, mil vagas para inclusão digital da terceira idade”, afirmou Barroso.

Bastante entusiasmada com o aprendizado que irá receber, a diarista Maria Edna Sacardo tem planos de comprar um computador em breve, para poder se comunicar com os filhos que moram longe, em especial a filha que está em Londres. “Sempre tive vontade de aprender a mexer com computador, mas não tive oportunidade. Esse curso é a chance que estava esperando. Estou muito animada”, declarou.