Facebook Img Logo
Mais lidas
Apucarana

Nova vacina atrasa início da imunização contra gripe

.

Foto: Sérgio Rodrigo
Foto: Sérgio Rodrigo

A campanha nacional de vacinação contra gripe, que normalmente tem início no final de abril, só deve começar em maio este ano.

O atraso é causado devido a reformulação nos componentes da vacina, que teve que incorporar proteção contra um outro tipo de vírus (cepa), tornando-se quadrivalente.

A data provável para o lançamento da campanha será dia 4 de maio.  A vacina usada até a campanha passada era trivalente, com proteção contra os vírus A/H1N1, A/H3N2 e influenza B. “Devido a composição trivalente não conter semelhança genética a um tipo de vírus Influenza B, que tem predominado em vários países, houve a necessidade de incluir este tipo na vacina, requerendo tempo na fabricação dela, importação e liberação pela Anvisa.

O quarto componente aumenta a segurança e a eficácia da vacina”, explica o médico infectologista de Apucarana, José Ruy Conde Alves. A determinação pela formulação da nova vacina foi feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a chegada das doses com atraso já vinham sendo anunciadas pelos laboratórios particulares de Curitiba. Apesar do adiamento, a procura pela vacinação já começou nas clínicas de Apucarana e Arapongas. 

“As vacinas contra a gripe geralmente chegam nas clínicas privadas no mês de março, por isso, ainda no outono as pessoas já vêm receber a dose. Como a vacina é importada e receberá mais um componente, não podemos afirmar com certeza quando ela chegará no país, e, consequentemente, na região”, afirma a médica pediatra de Arapongas, Elisangela Caminha, que oferta a vacina em sua clínica. “Talvez pelo clima já ter esfriado um pouco, e existir a indicação de qualquer pessoa com mais de 6 meses receber a vacina antigripal, muitas pessoas já estão vindo até a clínica em busca da vacinação.

Como o ideal é receber a vacina 30 dias antes do inverno - estação que predomina a circulação das viroses respiratórias, o atraso não deverá acarretar complicações”, complementa o médico José Ruy. A vacinação apresenta até 90% de eficácia e tem efeitos protetores com duração de 8 a 12 meses - os quais se iniciam depois de 2 a 4 semanas da vacinação.

O médico recomenda que as pessoas tenham paciência e aguardem a chegada da vacina quadrivalente. “Caso alguém, mesmo vacinado, tenha suspeita de gripe com evolução para complicações, deverá receber o Ozeltamivir (Tamiflu) - devido estes escapes na cobertura vacinal e mutações virais”, ressalta José Ruy.

COBERTURA

De acordo com dados da 16ª Regional de Saúde de Apucarana (RS), a cobertura vacinal do ano passado na região atingiu 94% de cobertura. Do total de 76.483 pessoas que deveriam ser vacinadas contra a gripe, 71.959 receberam as doses. Somente em Apucarana, cerca de 24 mil pessoas foram vacinadas, e em Arapongas 21 mil. A 16ª RS espera que esse ano a cobertura supere os números de 2014.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber