Apucarana

Polícia acaba com festa “rave” em Apucarana

Da Redação ·

Policiais civis e militares lotados em Apucarana determinaram o encerramento imediato de uma festa “rave” que acontecia, na noite de sábado (28), em chácara situada na Rua João Batista Boscardim, no Jardim Belvedere, na zona leste de Apucarana. Cerca de 70 pessoas participavam da festa, que não tinha alvará concedido pela Prefeitura e nem autorização do Corpo de Bombeiros. Segundo a polícia, "camisinhas" eram distribuídas no local.

A delegada tráfico de drogas e filha dela teria apresentado documentos falsos

continua após publicidade



Conforme o superintendente da Décima Sétima Subdivisão Policial (SDP), Cláudio Dias da Silva, o “Pará, no local foram apreendidos diversos tipos de drogas, entre as quais tubos de lança-perfume e comprimidos de ecstasy. A polícia monitorou a realização da festa durante a semana, pois as "raves" estão proibida na cidade.Nove pessoas foram presas, quatro menores acabaram apreendidos e outras 13 pessoas foram levadas à Décima Sétima Subdivisão Policial para depor como testemunha.

A delegada Iane Cardoso Nascimento relatou que a organizadora da festa foi autuada em flagrante pelo crime de  tráfico de drogas e a filha dela, que ainda é menor, teria apresentado documentos falsos. O Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente foi comunicado sobre a situação. 

"Para realizar a operação, a Polícia Civil fez investigações durante vários dias e contou com apoio da Polícia Militar. O nosso objetivo é evitar o uso de drogas, para que mais jovens não caiam nesse  ”alçapão”, cuja a saída é muito difícil”, alerta o investigador Pará.


A polícia alerta pais e familiares no sentido de acompanhar mais de perto o comportamento dos filhos. O delegado José Aparecido Jacovós adianta que festas dessa natureza continuarão sendo proibidas em Apucarana.

continua após publicidade



Fotos: Maicon Sales