Apucarana

​Estudo para o novo Centro Comercial é apresentado na ACIA

Da Redação ·
Vista do novo Centro Comercial de Apucarana, segundo proposta apresentada na ACIA   pelo arquiteto Leonardo Britici
Vista do novo Centro Comercial de Apucarana, segundo proposta apresentada na ACIA pelo arquiteto Leonardo Britici

O arquiteto Leonardo Britici apresentou nesta semana, durante reunião com o Conselho Deliberativo da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (ACIA), a sua proposta para o novo Centro Empresarial da cidade. A obra deverá ser construída em sistema de condomínio, no terreno da ACIA localizado na área central de Apucarana, na esquina das ruas Irmã Eleotéria e Guarapuava. “O estudo foi bem recebido pelos membros do conselho. Nas próximas semanas, vamos receber sugestões de outros escritórios de arquitetura. A escolha será do Conselho Deliberativo, de acordo com o projeto que melhor se adequar às necessidades da ACIA e da cidade”, afirma o presidente Júnior Serea.

continua após publicidade

Britici ressaltou que não se trata ainda de um projeto, mas de um estudo volumétrico, numa região da cidade que permite uma arquitetura mais ousada e imponente. A área disponível para a obra é de 2,5 mil metros quadrados, sendo que a proposta é de uma torre de 20 pavimentos, mais um anexo de três pavimentos que vai ser utilizado pela ACIA. 

“Nossa proposta permite até seis salas por andar, com área de 35 a 60 metros quadrados, mas com a possibilidade de o interessado comprar mais de uma sala e integrar”, destacou o arquiteto. 

continua após publicidade

A área destinada à ACIA pode chegar a 800 m2. Além do atendimento ao público no pavimento térreo, a proposta compreende área administrativa, um auditório e outras instalações. “Somando tudo, são cerca de 19 mil m2 de construção. Nossa proposta inclui ainda um estacionamento subterrâneo, espaço que poderá ser explorado pela ACIA, a exemplo do que já ocorre com sucesso em outros centros urbanos. O tamanho dele e a capacidade de vagas vai depender do número de subsolos que for aprovado pelo Conselho”, frisou Britici.

Ele destacou ainda que só na fase de projeto, com melhor definição dos espaços, padrão de acabamento e outros detalhes, será possível estimar o custo da obra. “Dependendo do sistema construtivo, o novo Centro Empresarial deverá ser concluído entre dois e três anos”, observou Britici. Hoje a ACIA está sediada no 15o. andar do Palácio do Comércio. 

O edifício foi inaugurado no dia 27 de julho de 1978 como um símbolo da união da classe empresarial de Apucarana. “A ACIA, com cerca de 1.100 associados e prestando inúmeros serviços aos setores representados, precisa de mais espaço para continuar se expandindo e no térreo, para facilitar o acesso”, conclui Júnior Serea.