Mais lidas
Apucarana

Exposição retrata os 71 anos de Apucarana

.

Exposição Apucarana em Fotos: Recontando a História dos 71 anos de Apucarana foi aberta ao público nesta quarta-feira (04/02) - Foto: Divulgação
Exposição Apucarana em Fotos: Recontando a História dos 71 anos de Apucarana foi aberta ao público nesta quarta-feira (04/02) - Foto: Divulgação

A Exposição Apucarana em Fotos: Recontando a História dos 71 anos de Apucarana foi aberta ao público na quarta-feira (04/02), no hall de entrada do Cine Teatro Fênix. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Promoção Artística, Cultural e Turística, que desde agosto do ano passado está recebendo e catalogando o material.  

Das mais de 2 mil fotos encaminhadas, por pioneiros e instituições, foram selecionadas 51 para a exposição. O prefeito Beto Preto parabenizou a equipe que trabalhou na captação das imagens e na organização da exposição, agradecendo a todos que forneceram fotos para o acervo. “Recontar a trajetória da cidade através de fotos é uma forma viva de eternizar e poder divulgar para todas as gerações a riqueza histórica do município, valorizando sobretudo a luta e o valor de todos os seus habitantes, desde a chegada dos pioneiros até os dias atuais”, ressalta Beto Preto.

De acordo com a professora Maria Agar Borba Ferreira, secretária municipal de Promoção Artística, Cultural e Turística de Apucarana, a exposição ficará aberta até o dia 27 de fevereiro, de segunda à sexta-feira, no período das 8 às 18 horas. “É um material extremamente valioso e foram selecionadas 51 fotos para esta primeira exposição, priorizando o ineditismo. Pretendemos, em breve, disponibilizar as 2 mil imagens para visualização na internet.

Exposição ficará aberta até o dia 27 de fevereiro, 
de segunda à sexta-feira, das 8 às 18 horas
Foto: Divulgação



Além disso, também estamos estudando outras formas de utilização do material, com o objetivo de ampliar o acesso ao público”, frisa. Maria Agar afirma que o trabalho de captação do material durou cerca de quatro meses, destacando a participação das famílias de pioneiros, que aderiram ao projeto e cederam imagens do arquivo pessoal. “Contamos com a contribuição da população para reunir o máximo possível de fotos antigas. À medida que recebíamos os materiais, íamos digitalizando e devolvendo. Por fim, fizemos uma seleção e ampliamos as imagens que compõem a exposição”, explica Maria Agar.

Segundo Samara Oscar, diretora municipal de Turismo, cada  imagem da exposição possui uma breve descrição, feita a partir do relato dos proprietários ou de pequenas sínteses escritas atrás das fotos. “Cada pioneiro ou filho de pioneiro que cedeu as fotos para digitalização assinou um documento autorizando o direito de uso das imagens. Algumas pessoas trouxeram também recortes de jornal, revistas, diplomas e livretos”, conta Samara, salientando que, além dos pioneiros, algumas instituições também colaboraram fornecendo materiais para o acervo.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber