Apucarana

Prefeito de Apucarana cobra investigações sobre o furto de pássaros

Da Redação ·
214 passarinhos foram levados por ladrões do Parque das Aves - Foto: André Veronez/Assessoria de imprensa
214 passarinhos foram levados por ladrões do Parque das Aves - Foto: André Veronez/Assessoria de imprensa

Assim que soube do furto de 214 pássaros no Parque das Aves, ocorrido na madrugada desta segunda-feira (26/01), o prefeito de Apucarana, Beto Preto, acionou a equipe para tomar as medidas necessárias visando a localização e a recuperação das aves. “É lamentável o que aconteceu. O Parque das Aves é um patrimônio natural, no coração da cidade, que foi reestruturado e se transformou em referência na recuperação de aves e outros animais. Imediatamente, ao tomarmos conhecimento, acionamos a Procuradoria Jurídica do Município, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e outros setores para tomar todas as providências necessárias”, relata Beto Preto.

O prefeito afirma ainda que solicitou rigor e celeridade às autoridades policiais na investigação da ocorrência. “A maioria das aves é do depósito judiciário, ou seja, fruto de apreensões feitas pela Polícia Ambiental e por outros órgãos e que estavam sob os cuidados da Secretaria de Meio Ambiente. É um trabalho que estruturamos no Parque das Aves, onde pássaros e animais recebem cuidados especiais até poderem ser devolvidos ao seu habitat natural”, explica Beto Preto.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Ewerton Pires, o furto foi constatado por funcionários na manhã desta segunda-feira. Para furtar as aves, os marginais arrebentaram quatro cadeados e uma corrente. “Às 17 horas de domingo, a bióloga fez a contagem e fechou as salas onde estavam as aves e os animais como faz costumeiramente. E nesta segunda-feira, entre às 7 e 7h30, os funcionários deram pela falta de pássaros de diversas espécies. Fizemos nova contagem e foi verificado que foram levadas 214 aves de um total de 250 pássaros e animais que haviam no Parque das Aves”, detalha.

continua após publicidade

Cadeados foram serrados pelos ladrões
de pássaros - Foto: André Veronez


Segundo Ewerton Pires, não foi levado nenhum animal de exposição e somente aves que têm valor de mercado. “São aves que estavam em quarentena ou em reabilitação. É fato que nos chateia e entristece. Eram aves que estavam  recebendo uma segunda chance e que, devido a essa ação criminosa, não terão essa possibilidade. Agora, elas voltarão a esse círculo pernicioso do tráfico de aves”, lamenta o secretário municipal de Meio Ambiente.

Ewerton Pires pede a ajuda da população para localizar e recuperar as aves furtadas. “Se alguém ouvir um piado diferente ou enxergar alguém transportando gaiolas com pássaros, denuncie. Pode ligar na Secretaria de Meio Ambiente, nos telefones 3423-0142 ou 8403-4376, ou nos órgãos policiais”, solicita, informando ainda que, além do Boletim de Ocorrência, o fato foi notificado ao IAP, Ibama e Polícia Ambiental.