Mais lidas
Apucarana

?Homem que matou a mulher para ficar com a sogra pode ir a júri

.

Bruno José da Costa, de 27 anos, deve ser julgado neste primeiro semestre de 2015 - Foto: Arquivo/TNONLINE
Bruno José da Costa, de 27 anos, deve ser julgado neste primeiro semestre de 2015 - Foto: Arquivo/TNONLINE

O diretor do Fórum Desembargador Clotário de Macedo Portugal, juiz Oswaldo Soares Neto, confirmou nesta sexta-feira (23) que nove júris populares já foram agendados para o primeiro semestre de 2015. No ano passado, 25 júris foram realizados na Comarca de Apucarana.

Conforme o magistrado, entre os réus que podem ser julgados está o bacharel de Direito Bruno José da Costa, de 27 anos, que encontra-se detido em unidade do sistema prisional em Londrina.

De acordo com denúncia do Ministério Público (MP), com o auxílio de dois amigos, Bruno simulou um roubo para matar a esposa, a comerciante Jéssica Carline Ananias da Costa, de 22 anos, com golpes de faca. A filha do casal, na época do crime com quatro anos, estava na moradia no momento do assassinato, mas dormia e não presenciou o homicídio. 

O crime aconteceu na residência do casal, no bairro da Igrejinha, na zona sul de Apucarana, em 9 de maio de 2013. 

Ainda conforme o MP, a própria mãe da vítima, Célia Forti, de 49 anos, teria ajudado a planejar o assassinato da filha para ficar com o genro, com quem mantinha relacionamento amoroso e sexual há quatro anos. Célia também está presa. 




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber