Apucarana

BR-369: Polícia Rodoviária Federal alerta sobre riscos do trecho

Da Redação ·
BR-369 (Na foto, trecho próximo à entrada da cidade) tem sido local de diversos acidentes - Foto: Sérgio Rodrigo
BR-369 (Na foto, trecho próximo à entrada da cidade) tem sido local de diversos acidentes - Foto: Sérgio Rodrigo

Mais uma pessoa morreu vítima de acidente de trânsito ocorrido às 23h30 de quarta-feira (11) em local nas imediações do marco da linha imaginária do Trópico de Capricórnio, no km 159 da BR-369 (Rodovia Mello Peixoto), entre as cidades de Apucarana e Arapongas.

continua após publicidade

Neuza Júlia de Oliveira, de 73 anos, faleceu após descer de um ônibus e ser atropelada por um veículo que seguia no sentido Apucarana/Arapongas, quando ela atravessava a rodovia, ela teria sofrido traumatismos diversos. Segundo a PRF, ela foi atropelada por um Chevrolet Celta, com placas de Apucarana, conduzido por José Angelo de Souza.

Trecho Perigoso

continua após publicidade

No último dia 21, a professora Aparecida Donizete Nogueira Silva Souza, de 50 anos, foi atropelada no mesmo trecho por um VW Gol placas de Londrina. Nesta semana, um carro e uma picape caíram na canaleta da pista após perderam o controle, devido à alta velocidade.

A PRF alerta sobre riscos do tráfego no local. “O trecho é bem complicado, sempre temos esse tipo de ocorrência, o local é início de pista dupla, um trecho onde geralmente motoristas aumentam a velocidade, é preciso lembrar que se trata de um trecho próximo ao perímetro urbano, e por isso, com grande movimento de pedestres”, cita Junior Cesar Cavalcanti, da Polícia Rodoviária Federal.


Confira mais informações na edição desta sexta-feira (12) da Tribuna do Norte