Apucarana

Prefeitura garante repasse de R$ 30 milhões anuais ao Hospital da Providência

Da Redação ·
Foto: Edson Denobi
Foto: Edson Denobi

O Hospital da Providência de Apucarana, que é administrado pelo Hospital Nossa Senhora das Graças de Curitiba, passará a receber anualmente R$ 30.264.846,83 (trinta milhões, duzentos e sessenta e quatro mil, oitocentos e quarenta e seis reais e oitenta e três centavos) de recursos públicos.

continua após publicidade

Os valores são transferidos mensalmente pelo Ministério da Saúde – via Sistema Único de Saúde (SUS) - à Autarquia Municipal de Saúde (AMS), gestora plena da saúde em Apucarana, que faz os repasses ao Hospital da Providência. Um dos contratos que estabelece o repasse foi assinado nesta terça-feira (26/11) pelo prefeito de Apucarana, Beto Preto, a diretora geral da instituição que administra o hospital, irmã Geovana Aparecida Ramos, e o diretor da AMS, Roberto Kaneta. 

O prefeito salienta que gestões feitas, nos últimos dois anos, junto ao Governo Federal garantiram um aumento de 82,95% em recursos do SUS para o Hospital da Providência e o Materno Infantil. “O reforço de verbas foi conquistado em 2013, ainda na gestão do ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Até outubro de 2013 existia apenas um único contrato. Ele foi desdobrado, em novembro de 2013, em dois contratos: Hospital da Providência e Hospital da Providência Materno Infantil. Hoje está sendo renovado o contrato com o Hospital da Providência, com valor anual de R$ 22.545.658,91. Já o novo contrato do Hospital da Providência Materno-Infantil, a ser renovado em janeiro de 2015, tem valor anual estimado em R$ 7.719.187,92”, detalha Beto Preto.

continua após publicidade

O prefeito de Apucarana afirma que, ao assumir o mandato, vem trabalhando para aumentar os valores repassados. “Em janeiro de 2012, na gestão que me antecedeu, o valor total anual do contrato com o Providência era de R$ 16.542.664,00. Em janeiro de 2013 o contrato foi renovado no valor total anual de R$ 18.196.930,44 e agora em 2014 para mais de R$ 30 milhões. Ou seja, a variação desde janeiro de 2012 até os novos números de hoje é de 82,95%.

Tenho um compromisso firme e forte com o Hospital da Providência e o novo contrato é um avanço social, que permitirá a melhoria dos processos de atendimento, facilitando o acesso aos serviços de saúde”, assinala. 

Além disso, de agosto de 2013 até novembro de 2014, foram repassados para o Hospital da Providência aproximadamente R$1.400.000,00 (um milhão e quatrocentos mil reais) para a realização de cirurgias eletivas. Entre estas cirurgias estão as de correção de incontinência urinária, histerectomia (retirada de útero), cirurgias infantis, safenectomia (varizes), amidalectomias, adenoamidalectomias e cirurgias de próstata, entre outras. Essas campanhas ou mutirões de cirurgias contribuíram de maneira significativa para a redução das filas de espera em Apucarana.

continua após publicidade

Beto Preto afirma que o Município não contava com um aporte tão significativo de recursos financeiros, sendo necessários alguns ajustes na dotação orçamentária da Autarquia Municipal de Saúde. “O Orçamento ficou estrangulado, no limite. Quero agradecer à Câmara de Vereadores que aprovou todos dos projetos relativos à dotação orçamentária”, disse Beto Preto, dirigindo-se aos vereadores que presenciaram a assinatura do contrato: José Airton Deco de Araújo, Aurita Bertoli, Vladimir José da Silva, Luciano Augusto Molina, Antônio Ananias e Gilberto Cordeiro de Lima. 

O ato contou ainda com a presença da irmã Aparecida de Souza, diretora de Ouvidoria, e Guilherme Borges, diretor-executivo do hospital. “Graças ao aporte de recursos, o déficit registrado em 2013 não se repetiu em 2014. O hospital é uma entidade filantrópica que não visa lucro. Saúde não tem preço, mas tem um custo, que é muito elevado. Atendemos 24 horas por dia, são mais de 100 médicos, 500 funcionários, 22 mil refeições servidas mensalmente e 25 mil quilos de roupa lavados por dia. Muitas vezes a população não tem o entendimento de tudo o que envolve a gestão de um hospital”, pontua. 

A irmã Geovana disse que a assinatura do novo contrato era aguardada com muita expectativa e agradeceu ao prefeito Beto Preto pelo empenho na conquista das verbas. “Os recursos vão contribuir muito no atendimento dos pacientes que dependem dessa ajuda. Quero agradecer o apoio do prefeito e de todas as pessoas que estiveram envolvidas no trâmite deste contrato”, destaca.