Apucarana

PM recupera dois caminhões e cargas

Da Redação ·
Segundo o subtenente Eugênio Kovalczuk, a operação teve início após uma denúncia anônima que chegou a P2 - Foto: Sérgio Rodrigo, da Tribuna do Norte
fonte:
Segundo o subtenente Eugênio Kovalczuk, a operação teve início após uma denúncia anônima que chegou a P2 - Foto: Sérgio Rodrigo, da Tribuna do Norte

Após receber denúncia por telefone, policiais militares de Apucarana e Arapongas conseguiram recuperar na noite de terça-feira (23) dois caminhões que haviam sido tomados de assalto e diversas marcadorias roubadas ou furtadas. Conforme a PM, inicialmente uma pessoa não identificada informou a corporacão por telefone de que uma carreta com placas de Marmeleiro (PR) estaria chegando no município pelo Contorno Norte (Rodovia Perimetral Ayrton Senna da Silva).

continua após publicidade

Policiais foram até o local e conseguiram abordar o caminhão placas AUL-8323 (Marmeleiro). Durante checagem junto ao Copom foi constatado que havia queixa de roubo do veículo de carga na cidade de São Jose dos Pinhais, na região  metropolitana de Curitiba.

O motorista do caminhão tomado de assalto, Adolfo Iglikoski Neto, 44, natural de Maringá, foi preso em flagrante. Ele indicou para a polícia o local para onde o veículo seria levado (um barracão na saída para Arapongas - antiga arrozeira Martinelli), no Parque Industrial Norte. Também foi preso Marcelo Possanski, de 42, que de acordo com informações da polícia seria o mandante da operação. Ele é natural da cidade de Curitiba e estaria hospedado em um hotel de Apucarana já há cerca de três semanas. Ele já teria passagens anteriores pela polícia. 

Mais pessoas ainda devem ser presas devido ao envolvimento nos crimes.

continua após publicidade



Todo o material foi contabilizado e encaminhado para 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana - Foto: Sérgio Rodrigo, da Tribuna do Norte

No local os policiais militares localizaram outro caminhão roubado carregado com produtos furtados, além de diversas mercadorias de procedência duvidosa estocadas no depósito. 

continua após publicidade

Os caminhões, as mercadorias e o motorista foram encaminhados à Décima Sétima Subdivisão Policial (SDP) para as providências legais.

OPERAÇÃO - A operação conjunta do Serviço Reservado (P2) da 7ª Companhia da Polícia Militar de Arapongas e do 10º BPM resultou na apreensão de toneladas de carga sem procedência. O material foi descarregado durante a tarde em um barracão na Avenida Zilda Seixas Amaral, no Parque Industrial Norte de Apucarana.

Em outro barracão, na mesma propriedade, a polícia também apreendeu uma carreta reboque roubada com placas de São Paulo com uma carga de aproximadamente 80 betoneiras. A polícia suspeita que todo o material é produto de desvio de carga ou roubo.


PM apreendeu uma carreta reboque roubada com placas de São Paulo com uma carga 
de aproximadamente 80 betoneiras - Foto: Sérgio Rodrigo, da Tribuna do Norte


Milhares de caixas de sabão líquido, roupa de cama, cobertores, toalhas e peças de cerâmica sem procedência estavam guardadas em vários pontos do imóvel.

Segundo o subtenente Eugênio Kovalczuk, a operação teve início após uma denúncia anônima que chegou a P2 de Arapongas dando conta que uma carreta com carga roubada estava em um posto de gasolina na BR-369. A equipe de Arapongas fez o acompanhamento tático e flagrou o caminhão entrando no barracão. 

Após o veículo ter sido descarregado, a PM acompanhou e prendeu na sequência o motorista da carreta, no Contorno Norte. Após verificação, os policiais descobriram que o reboque da carreta havia sido roubado em São Paulo. 

Segundo o sargento Daniel Rodrigo de Souza, da PM de Apucarana, o dono da carga, um catarinense, foi detido na sequência. Ele não tinha nota fiscal dos produtos descarregados. 

Os dois foram ouvidos pela polícia na noite de ontem. Segundo o sargento, o motorista confirmou que passou a tarde descarregando o material. “Essa é a maior apreensão de carga registrada nos últimos anos em Apucarana”, afirma.

Todo o material foi contabilizado e encaminhado para 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana. O proprietário do barracão ainda não foi localizado pela PM para prestar esclarecimentos.

Com informações da Tribuna do Norte