Apucarana

Escolas municipais avançam no Ideb

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Escolas municipais avançam no Ideb
fonte: Foto: Divulgação
Escolas municipais avançam no Ideb

As escolas municipais de Apucarana obtiveram excelente desempenho na avaliação do Ideb – o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Com nota média de 6,5, o município foi o segundo melhor colocado do Estado do Paraná, sendo superado apenas por Foz do Iguaçu nos anos iniciais do Ensino Fundamental.  Os resultados, que se referem ao ano de 2013, foram divulgados na última sexta-feira (05/09) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

continua após publicidade

Na rede municipal de ensino, foram avaliados os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental. Para a composição do índice, são consideradas as notas da Prova Brasil e a taxa de aprovação dos estudantes.

Com nota 8.0, a Escola Professora Marta Pereira da Silva, localizada no Jardim Menegazzo, foi a melhor avaliada entre as 36 instituições municipais de ensino, mas seguida de perto por outras. “Quase todas as nossas escolas melhoraram os seus desempenhos em relação à verificação anterior, que aconteceu em 2011.

continua após publicidade

Destacamos, por exemplo, a evolução da Escola Antonieta da Silva Lautenschlager que havia obtido nota 6.4 na edição passada e agora recebeu 7.9. Parabenizo aos professores, diretores, coordenadores e demais funcionários das escolas pelo excelente trabalho que têm realizado”, disse a diretora-presidente da Autarquia Municipal de Educação (AME), professora Marli Regina Fernandes da Silva.

Ela lembrou que o Ideb é um índice bastante específico e que não deve ser tomado como único instrumento de verificação da qualidade da educação municipal. “A Prova Brasil avalia apenas o desempenho dos alunos nas disciplinas de português e matemática. No entanto, educação é um conceito bem mais amplo e que envolve a formação de cidadãos e o preparo dos alunos para a construção de uma sociedade mais inclusiva, solidária e justa”, pontuou.

A Autarquia Municipal de Educação ainda considera pouco saudável a criação de rankings entre as escolas. “Não podemos comparar realidades diferentes. Cada instituição tem seus próprios desafios e deve enfrentá-los”, afirmou Marli, acrescentando que a Autarquia Municipal de Educação tem investido na capacitação de professores e na compra de novos materiais didáticos visando ofertar educação de qualidade em todas as escolas.

Aliás, a diretora-presidente da AME acredita que as futuras avaliações podem ser ainda mais positivas. “A pasta da educação é prioritária na gestão do prefeito Beto Preto e, por isso, os índices só tendem a melhorar. Ele tem investido na infraestrutura das escolas e dos centros municipais de educação infantil, com obras de reformas e ampliações dos prédios, além da compra de novos equipamentos da linha branca. Esse ano, os alunos também receberam uniformes e materiais escolares e a Autarquia de Educação proporcionou um amplo debate para a construção coletiva e democrática do currículo escolar da rede municipal”, argumentou a secretária de educação.