Apucarana

Apucarana agiliza julgamentos de recursos de multas de trânsito

Da Redação ·
Apucarana agiliza julgamentos de recursos de multas de trânsito - Foto: Divulgação
fonte:
Apucarana agiliza julgamentos de recursos de multas de trânsito - Foto: Divulgação

Condutores de veículos autuados em Apucarana e que por considerarem injusta a multa aplicada questionaram a sanção perante a Junta Administrativa de Recurso de Infrações (JARI), começam a receber nos próximos dias a decisão da autoridade de trânsito. Uma força-tarefa encabeçada pelo Departamento de Trânsito do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), em conjunto com a Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Apucarana, concluiu nesta quinta-feira (24/07) a análise de defesa prévia de 277 protocolos. 

Segundo a comissão que julgou o mérito dos pedidos, grande parte das infrações é relativa a condutores que foram autuados por estacionar em local irregular, especialmente em vaga exclusiva para idosos ou para portadores de necessidades especiais, ou porque foram flagrados pela Guarda Municipal ou Polícia Militar falando ao celular enquanto dirigiam ou pilotavam. 

Como autoridade de trânsito, o prefeito Beto Preto (PT) homologou as análises e salientou a isonomia dos pareceres. “O julgamento é sempre feito com base na lei, ou seja, no que prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB)”, disse. 

Segundo comunicou o prefeito Beto Preto, uma nova composição da JARI deve ser nomeada nesta sexta-feira (25/07). “Com isto teremos mais agilidade nos julgamentos, com encontros semanais de análise dos recursos interpostos”, concluiu.

continua após publicidade