Apucarana

Alunos das escolas municipais voltam às aulas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Alunos das escolas municipais voltam às aulas
fonte: Foto: Edson Denobi
Alunos das escolas municipais voltam às aulas

As 36 escolas da rede municipal de ensino deram início, na manhã desta segunda-feira (14/07), ao segundo semestre letivo de 2014. Os 21 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), por sua vez, já haviam retornado às atividades normais na última quinta-feira.

continua após publicidade

Com isso, ao todo, cerca de 10.600 estudantes voltaram às aulas, envolvendo a educação infantil e o Ensino Fundamental (1º ao 5º ano).

A diretora-presidente da Autarquia Municipal de Educação (AME), professora Marli Regina Fernandes da Silva, afirma que, além da continuidade do trabalho, várias novidades serão colocadas em prática neste segundo semestre. “Temos a formação continuada com os professores e a reestruturação curricular que está sendo colocada em prática a partir deste ano, além dos grandes avanços que já obtivemos na parte diversificada do currículo”, frisa.

continua após publicidade

O prefeito Beto Preto reitera que a educação tem sido priorizada no seu governo. “Encontramos a maioria das escolas em condições precárias e com equipamentos sem condições de uso. Passamos a garantir material escolar e uniformes aos alunos e fizemos mudanças e investimentos para incrementar a merenda escolar. Também adquirimos nove ônibus zero quilômetro e agora estamos lançando um pacote de reforma e ampliação de escolas e construção de mais quatro CMEIs”, relata Beto Preto.  

Marli também cita a aquisição de equipamentos que contribuirão para aperfeiçoar ainda mais o atendimento prestado aos estudantes. “Adquirimos e estamos fazendo a distribuição de um grande lote de aparelhos eletrodomésticos e eletrônicos, como geladeiras, freezers, microondas, batedeiras, fogões, liquidificadores, máquinas de lavar, ventiladores, televisores, aparelhos de som, computadores e notebooks”, salienta.

Também está prevista uma série de reformas e adaptações na estrutura física de escolas e CMEIs. “São situações como a implantação de central de gás e a viabilização de locais adequados para o armazenamento da merenda, entre outras,visando atender as normas de higiene, saúde e segurança”, frisa.

A diretora-presidente também destaca os investimentos que estão sendo feitos na parte pedagógica, com a compra de livros didáticos e de novos equipamentos para o desenvolvimento das atividades. “Adquirimos 3.200 livros didáticos que serão implantados na Educação Infantil, além de 10 conjuntos de miniatletismo que serão utilizados por alunos do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental”, assinala.