Apucarana

PM de Apucarana detém menor com ecstasy na Praça Rui Barbosa

Da Redação ·
2 mil comprimidos de ecstasy são apreendidos pela polícia em Londrina (Foto: Imagem ilustrativa)
2 mil comprimidos de ecstasy são apreendidos pela polícia em Londrina (Foto: Imagem ilustrativa)

A Polícia Militar (PM) de Apucarana fez a apreensão, no final da noite de sábado (14), de um tipo de droga pouco comum na cidade.

Às 23h53, uma equipe da corporação realizava patrulhamento de rotina na Praça Rui Barbosa quando abordou o adolescente A. da C.F., de 17 anos, e com ele localizou 17 comprimidos de ecstasy e uma porção de maconha. Junto com o apreendido estava Luiz Henrique dos Santos, de 18 anos, com o qual foi achou mais uma porção de maconha.

Os dois foram levados à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para os procedimentos legais.

O ECSTASY - A metilenodioximetanfetamina (MDMA), XTC, ADAM, MDM, pílula do amor, mais conhecida por ecstasy, é uma droga moderna sintetizada (feita em laboratório), cujo efeito na fisiologia humana é a diminuição da reabsorção da serotonina, dopamina e noradrenalina no cérebro, onde estas substâncias ficarão em maior contato entre as sinapses, causando euforia, sensação de bem-estar, alterações da percepção sensorial do consumidor e grande perda de líquidos, pertencente a família das anfetaminas.

As alterações ao nível do tato promovem o contacto físico, embora não tenha propriedades afrodisíacas, como se pensa, apenas aumenta o desejo incapacitando as condições fisiológicas para o ato sexual do indivíduo. O ecstasy ganhou notoriedade e perfusão com o desenvolvimento da moda tecno e das festas rave. É vendido sob a forma de comprimidos e ocasionalmente em cápsulas. A dose de cada comprimido consumida é variável, podendo chegar de poucos miligramas a mais de 200 mg, muitas vezes misturadas a cafeína, amido, detergentes e outras drogas. Com informações da wikipédia

continua após publicidade