Apucarana

Centro de Controle reforça a estrutura de segurança do Estado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Centro de Controle reforça a estrutura de segurança do Estado
fonte: Foto: Cabo Daniel Meneghetti/PMPR
Centro de Controle reforça a estrutura de segurança do Estado

A estrutura responsável por todas as decisões operacionais durante a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 foi apresentada oficialmente nesta sexta-feira (06), em Curitiba. O Centro Integrado de Comando e Controle Regional do Paraná (CICCR) – um dos legados que fica para o Estado – permite videomonitoramento total das atividades de segurança durante o evento esportivo. 

continua após publicidade

A Central agrega em um único espaço 33 instituições envolvidas de alguma forma nas ações a serem desenvolvidas durante o Mundial, nos âmbitos municipal, estadual e nacional. Com esta estrutura é possível dar respostas rápidas e desencadear ações articuladas entre os comandos das instituições representadas para acompanhar eventuais situações críticas. “Com o Centro Integrado, a tomada de decisões em situações críticas e que requeiram atenção será eficiente, ágil e efetiva, nos âmbitos operacional e tático. Consequentemente, o tempo de resposta no atendimento à urgência e emergência será reduzido”, afirma o secretário da Segurança Pública, Leon Grupenmacher. 

Câmeras da secretaria estadual de Segurança Pública e também da Prefeitura de Curitiba estarão interligadas à Central. O monitoramento também funciona de forma integrada nas demais cidades-sede da Copa do Mundo. 

continua após publicidade

A estrutura do Centro Integrado abriga também uma Sala de Gestão de Crises, onde ocorrerão reuniões que demandem decisões rápidas e eficazes por parte das autoridades da área de Segurança Pública e Defesa. 

O período operacional da Central começou 20 dias antes da abertura da Copa e segue até e cinco dias após a final do Mundial, conforme determina a Lei Geral da Copa – de 23 de maio a 18 de julho. ‘Toda a parte de segurança pública não nos preocupa porque todo o planejamento feito nos últimos dois anos. São esforços que vão garantir que as ações sejam executadas da forma mais tranquila possível”, avalia o coordenador do Cento Integrado, o delegado federal Flúvio Cardinelle Oliveira Garcia.

INVESTIMENTOS – Para auxiliar nas ações de segurança durante a Copa, Paraná recebeu equipamentos e tecnologias da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. Foram incorporados, por exemplo, dois caminhões que funcionam como Centros Integrados de Comando e Controle Móveis; a Plataforma de Observação Elevada; equipamentos antibombas; imageador aéreo para helicópteros; armamentos não letais e uma delegacia móvel para a Polícia Civil. Em contrapartida, a Secretaria de Estado da Segurança Pública ficou responsável por capacitar os profissionais que atuam na área e por fornecer o espaço onde funciona o Centro Integrado de Comando e Controle Regional do Paraná. 

continua após publicidade

Cada cidade-sede da Copa conta com um Centro Integrado, que permite ações articuladas entre as polícias, corporações de bombeiros, defesa civil e outras instituições envolvidas para acompanhar eventuais situações críticas, com troca de informações entre as cidades. 

PREPARAÇÃO – Para garantir a tranquilidade e o melhor atendimento ao torcedor durante a Copa em Curitiba, os profissionais das forças de segurança pública do Paraná passaram por diversos treinamentos e capacitações, ao longo dos últimos dois anos, inclusive fora do País. 

O turista estrangeiro terá o apoio de um contingente policial de qualidade para atendê-lo nas mais diversas situações. Os policiais bilíngues atenderão 24 horas por dia. Pela Polícia Militar, os chamados “boinas azuis” vão circular em pontos estratégicos. São policiais que falam outro idioma e podem ser identificados pela cor da boina que estarão usando.