Apucarana

Júri em Apucarana condena réu a 18 anos e 5 meses de prisão - Veja vídeo

Da Redação ·
Júri em Apucarana condena réu a 18 anos e 5 meses de prisão  - Foto: Delair Garcia
fonte:
Júri em Apucarana condena réu a 18 anos e 5 meses de prisão - Foto: Delair Garcia

O réu Fernando César Camargo, de 22 anos, foi condenado ontem (3) a 18 anos e cinco meses de prisão em júri popular realizado no Fórum Desembargador Clotário Portugal, na Comarca de Apucarana.

Conforme denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP), no réveillon de 2010, Fernando foi preso em flagrante em uma propriedade rural no município de Novo Itacolomi após invadir um sítio, manter cinco pessoas reféns e golpear uma adolescente com uma facada no tórax.
 

continua após publicidade
confira também



Como Fernando manifestava a intenção de matar os reféns, um policial atirou nele usando balas de borracha. Ele acabou preso e junto com Fernando os policiais encontraram uma carta, onde ele revelava que pretendia tirar a própria vida, mas antes iria matar a jovem queimada para que ela sofresse por não ter aceitado namorar com ele. Mas a moça relatou em seu depoimento no Fórum que nunca sequer havia conversado com Fernando.

Fernando deve permanecer preso por mais um ano e meio até receber o benefício da redução de pena, pois já está preso há mais de quatro anos.

O júri foi presidido pelo juiz Osvaldo Soares Neto. A defesa esteve a cargo do escritório do advogado João Batista Cardoso e na acusação trabalhou o promotor Eduardo Augusto Cabrine.