Apucarana

Médicos cubanos começam atividades nas unidades de saúde

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Médicos cubanos começam atividades nas unidades de saúde
fonte: Foto: Edson Denobi
Médicos cubanos começam atividades nas unidades de saúde

Dez dos 13 médicos cubanos que vão atuar em Apucarana já estão trabalhando em Unidades Básicas de Saúde (UBS). No primeiro dia de atividades, além de serem apresentados às equipes, eles conheceram a estrutura do local de trabalho e a dinâmica do sistema público de saúde no Município. A expectativa é que, a partir desta terça-feira (13/05), eles comecem efetivamente a atender os pacientes.

continua após publicidade

De acordo com o prefeito de Apucarana, Beto Preto, os cubanos estavam há mais de um mês na cidade e aguardavam a autorização especial para o exercício da medicina no Brasil, que foi concedida pelo período de 3 anos.  Os médicos foram alocados nas unidades localizadas nos jardins América, Ponta Grossa, Trabalhista e Colonial, além dos núcleos Dom Romeu Alberti, Vale Verde e  Parigot de Souza e da Vila Nova.

Os outros médicos atenderão nas unidades do Núcleo Habitacional Marcos Freire, Vila Reis e do Parque Bela Vista (Centro Social Urbano). “Acreditamos que a parte documental desses três profissionais esteja resolvida em uma semana, quando, a exemplo dos outros 10 estrangeiros, estarão também atuando. O trabalho deles terá um impacto muito positivo na atenção básica em saúde, garantindo 6 mil consultas a mais por mês em nossa rede de postos”, frisa Beto Preto.

continua após publicidade

MAIS CONSULTAS - Na UBS Takaiti Miyadi, localizada no Dom Romeu Alberti, a expectativa é triplicar o número de consultas na área de clínica geral. “Temos atualmente um clínico geral e recebemos agora mais dois vindos de Cuba. Atualmente, oferecemos 16 consultas por dia e pretendemos triplicar esse número”, explica a enfermeira Sandra Roseli Honório, coordenadora da unidade, ressaltando que o reforço também permitirá a ampliação do trabalho de visitas domiciliares.