Apucarana

Varejo espera aumento de 10% nas vendas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Varejo espera aumento de 10% nas vendas
fonte: Foto: Sérgio Rodrigo
Varejo espera aumento de 10% nas vendas

O Dia das Mães está chegando e os comerciantes aguardam um salto nas vendas. A projeção das associações comerciais de Apucarana, Arapongas e de Ivaiporã é de crescimento de até 10% no volume de vendas em relação ao mesmo período no ano passado. Mais otimistas, lojistas esperam lucrar 20% a mais neste ano.

continua após publicidade

De acordo com o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana, (Acia) Junior Serea a estimativa é boa. “Nossas empresas têm muito potencial pois oferecem diversas opções em presentes”, afirma.

Para incentiva as vendas, a associação está com uma campanha com adesão de 160 lojas que vai distribuir R$ 20 mil em vales-compras. O empresário ressalta que o objetivo é promover o comércio do município de forma igualitária. “O objetivo é dar igualdade de condição a concorrência. O comércio de rua não tem o arranjo que um centro de compras como o shopping, por exemplo”, compara.

continua após publicidade

Menos otimista, o diretor de comércio da Associação Comercial e Empresarial de Arapongas (Acia) Sérgio Oeda estima que o comércio tenha até 5% de aumento no volume de vendas, em relação ao mesmo período do ano passado.

“A economia vem desacelerando, impactando diversos setores do comércio. E isso não ocorre apenas em Arapongas. Temos que analisar também que este é um ano atípico com a realização da Copa do Mundo e eleição. Acho que a disponibilidade de pessoas e de dinheiro está baixa e isso irá interferir no comércio”, avalia Oeda. A associação também está com campanha na rua para agradar consumidores com sorteio de R$ 12 mil em vales-compras.

Artigos de vestuário seguidos de perfumes e cosméticos e calçados lideram a preferência de compras. Apesar da estimativa da Acia, lojistas do ramo das confecções de Apucarana esperam atingir 20%. O Dia das Mães é a segunda data mais lucrativa do ano, perdendo apenas para o Natal.

continua após publicidade

A proprietária da loja de roupas femininas Rosana Gasparotte tem percebido aumento nas vendas desde a segunda quinzena de abril. “Muitas clientes têm hábito de procurar o presente com antecedência. Assim não correm o risco de não encontrar o produto às vésperas do Dia das Mães. Só hoje vendi cinco presentes”, comenta a empresária, que projetou aumento de 20% nas vendas nesse período.

A queda de temperatura também deve influenciar na hora da compra. A gerente de uma loja de roupas femininas Cleide Santos Oliveira acredita que os clientes aproveitam a época também para adaptar o guarda roupa com moda outono/inverno adquirindo novas peças. “Na minha opinião o frio também acaba favorecendo as vendas, pois a procura por peças mais quentes aumenta bastante”, afirma.