Apucarana

17ª SDP humaniza atendimento em Apucarana

Da Redação ·
Foto: Sérgio Tibi
fonte:
Foto: Sérgio Tibi

Enquanto o projeto da Delegacia Cidadã de Apucarana não sai do papel, a 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana readequou sua estrutura para oferecer ao cidadão um atendimento mais humanizado. A mudança surge como alternativa para inserir a unidade nos moldes do projeto do Programa Paraná Seguro. A reinauguração, que ocorreu hoje, faz parte do trabalho desenvolvido pela Divisão Policial do Interior (DPI) da Polícia Civil. 

Agora, a subdivisão conta com alas especiais para o atendimento das vítimas. Autores de crimes serão direcionados por outra entrada. Esses pontos, explica o delegado titular da DPI Rogério Antônio Lopes, determinam o conceito de uma Delegacia Cidadã. “O objetivo é tornar a delegacia mais agradável para as pessoas que procuram ajuda. Um ambiente deprimente agride o cidadão que está buscando ajuda. A intenção é acolher o cidadão”, afirma Lopes.

Enquanto o projeto da Delegacia Cidadã de Apucarana não sai do papel, a 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana readequou sua estrutura para oferecer ao cidadão um atendimento mais humanizado. A mudança surge como alternativa para inserir a unidade nos moldes do projeto do Programa Paraná Seguro. A reinauguração, que ocorre hoje, faz parte do trabalho desenvolvido pela Divisão Policial do Interior (DPI) da Polícia Civil. 

Agora, a subdivisão conta com alas especiais para o atendimento das vítimas. Autores de crimes serão direcionados por outra entrada. Esses pontos, explica o delegado titular da DPI Rogério Antônio Lopes, determinam o conceito de uma Delegacia Cidadã. “O objetivo é tornar a delegacia mais agradável para as pessoas que procuram ajuda. Um ambiente deprimente agride o cidadão que está buscando ajuda. A intenção é acolher o cidadão”, afirma Lopes.

Além das mudanças nas estruturas físicas, a DPI tem investido na capacitação continuada dos policiais. Os profissionais da 17ª SDP já passaram pelo processo, garante o delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª SDP. “Fizemos cursos de capacitação para mudar a visão do servidor público no sentido de procurar a resolver o problema do cidadão que procura a delegacia”, reitera.

Mesmo elogiando a iniciativa, a presidente do Conselho de Segurança Ana Maria Schimidt cobra a estrutura prometida para a instalação da Delegacia Cidadã. “Se o município não for contemplado será um retrocesso no projeto de segurança pública apresentado pelo Governo”, pontua. O projeto foi avaliado em R$ 4,5 milhões previa a construção de uma sede com cerca de 1.600 m2.

A assessoria de imprensa da Sesp informou, por e-mail, que a construção da Delegacia Cidadã em Apucarana, neste momento, depende de definição e liberação de terreno, por parte do município.

Além das mudanças nas estruturas físicas, a DPI tem investido na capacitação continuada dos policiais. Os profissionais da 17ª SDP já passaram pelo processo, garante o delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª SDP. “Fizemos cursos de capacitação para mudar a visão do servidor público no sentido de procurar a resolver o problema do cidadão que procura a delegacia”, reitera.

Mesmo elogiando a iniciativa, a presidente do Conselho de Segurança Ana Maria Schimidt cobra a estrutura prometida para a instalação da Delegacia Cidadã. “Se o município não for contemplado será um retrocesso no projeto de segurança pública apresentado pelo Governo”, pontua. O projeto foi avaliado em R$ 4,5 milhões previa a construção de uma sede com cerca de 1.600 m2.

A assessoria de imprensa da Sesp informou, por e-mail, que a construção da Delegacia Cidadã em Apucarana, neste momento, depende de definição e liberação de terreno, por parte do município.

continua após publicidade