Apucarana

Bandidos armados agem em Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Bandidos armados agem em Apucarana
fonte: Foto: Sérgio Rodrigo
Bandidos armados agem em Apucarana

Criminosos voltaram a agir em peso, após período de trégua, em Apucarana. As primeiras semanas de abril foram marcadas por assaltos a mão armada. Desde pequenos roubos até ações mais ousadas, como o caso do empresário do ramo de papéis que teve mais de R$ 40 mil levados por dois bandidos e da distribuidora que teve o cofre roubado (ver grafo). Só nos últimos seis dias, oito assaltos foram registrados no município. Nenhum suspeito chegou a ser preso.

Chama a atenção ainda o uso de armas de fogo em todas as situações, inclusive nos casos em que os bandidos estão a pé. Ontem, três estabelecimentos comerciais foram alvo de criminosos armados com pistolas e revólveres. O primeiro ocorreu por volta das 12 horas, quando dois homens invadiram o Restaurante Gulas, na Avenida Minas Gerais. Os criminosos pararam com uma moto atrás de um caminhão e renderam o proprietário, na entrada do estabelecimento. Foi levada uma quantia em dinheiro, não divulgada pela vítima, além de um talão de cheques em nome de A.A Lazzarini cia LTDA.

Logo ao lado do restaurante fica o Posto Matrix que também foi alvo de bandidos horas depois. O crime foi praticado por um homem armado que chegou de bicicleta e rendeu uma funcionária e um cliente. O motorista Marcos Gonçalves, 35 anos, estava no caixa pagando o abastecimento de seu veículo e teve de entregar todo seu dinheiro. “Me levou mais de R$ 200”, lamenta a vítima, que criticou a insegurança. “Está complicado morar aqui. A criminalidade está assustadora”, completa.

No início da noite, por volta das 19 horas, um homem armado roubou aproximadamente R$ 100 de uma padaria, na Rua Rio Apucarana, no Núcleo Habitacional João Paulo e fugiu a pé. Até o momento, nenhum suspeito envolvido nos crimes mencionados havia sido preso.

continua após publicidade