Apucarana

Escolas podem mandar projetos para abertura de salas de apoio

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Escolas podem mandar projetos para abertura de salas de apoio
fonte: Foto: Agência Estadual de Notícias
Escolas podem mandar projetos para abertura de salas de apoio

As escolas estaduais que têm interesse em ampliar o atendimento aos alunos dos 6º e 7º anos do ensino fundamental podem optar pela implantação da sala de apoio à aprendizagem ou do projeto de apoio à aprendizagem. A medida, anunciada pela Secretaria de Estado da Educação, no final de março, tem como objetivo oferecer mais oportunidades de aprendizagem a esse grupo de estudantes.

continua após publicidade

A ampliação do atendimento é resultado do diálogo com as escolas e uma resposta aos indicadores fornecidos pelo Sistema de Avaliação do Estado do Paraná (Saep) e à pesquisa realizada durante a semana pedagógica do ano passado. “Estamos usando os indicadores para direcionar o atendimento às escolas e turmas que mais precisam”, diz a superintendente da Educação, Eliane Rocha.

As necessidades e dificuldades de aprendizagem dos alunos dos 6º e 7º anos também foram apontadas pelos diretores das escolas durante as ações do Programa de Ações Descentralizadas. Atualmente 347 escolas estão autorizadas a funcionar com a sala de apoio. A Secretaria trabalha na expectativa de atendimentos de até 1.700 turmas ao longo do ano.

continua após publicidade

Para a implantação da sala ou do projeto de apoio à aprendizagem, a escola agora tem a autonomia para fazer o seu pedido. Ela precisa enviar ofício solicitando a autorização, abertura de demanda e suprimento de professores conforme a escolha. A comunidade escolar, por meio do Conselho Escolar, também precisa ser consultada para validar a escolha da escola e a proposta de trabalho precisa estar integrada ao Projeto Político Pedagógico da escola.

Agora serão destinadas duas horas para o atendimento dos alunos em um espaço adequado e outras horas para que o professor do projeto de apoio possa mediar o seu trabalho com a equipe pedagógica da escola e com os professores das outras disciplinas. As aulas acontecem no período contrário ao de matrícula do aluno, no contraturno.

O projeto das escolas tem que estar vinculado a um planejamento que determine metas e uma avaliação que defina resultados para verificar a aprendizagem de cada um dos alunos que participam do projeto.

continua após publicidade

Dependendo da realidade de cada escola, o projeto permite também que sejam feitas parcerias com a sociedade civil para ações que ajudem na aprendizagem desses alunos. Também estão previstas propostas para o uso de tecnologia para dar suporte ao trabalho das escolas.

Essas ações pertencem ao Programa de Apoio à Aprendizagem que inclui também a ampliação das aulas de Português e Matemáticas na matriz do ensino fundamental; o Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar e Domiciliar; salas de recursos multifuncionais; o projeto de combate ao abandono escolar e o Gabaritando Enem.