Apucarana

Liminar mantém Edgar Bueno e Pegorer não vai assumir como deputado

Da Redação ·
Liminar mantém Edgar Bueno e Pegorer não vai assumir como deputado (Arquivo)
Liminar mantém Edgar Bueno e Pegorer não vai assumir como deputado (Arquivo)

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Rogério Coelho, concedeu ontem (16) ao prefeito de Cascavel - cidade no Oeste do Paraná -, Edgar Bueno (PDT), o direito de permanecer na função enquanto recorre junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da decisão que cassou o mandato dele e do vice, Maurício Theodoro (PSDB).
 

continua após publicidade
confira também



Na semana passada, o pleno do TRE-PR confirmou a sentença do próprio órgão que, no dia 12 de novembro, cassou o mandato do prefeito. Bueno e o vice são acusados de fraude nas eleições municipais do ano passado.

Conforme reportagem da Gazeta do Povo, a liminar mantém Bueno e Theodoro em seus cargos enquanto o TSE não julgar o recurso deles contra a cassação. A expectativa da defesa do prefeito é de que o processo só seja julgado em Brasília durante o mês de janeiro.

Na semana passada, o TRE-PR havia determinado o deputado estadual Professor Lemos (PT), segundo colocado nas eleições do ano passado, assumir a prefeitura. Se assim ocorresse, o ex-prefeito de Apucarana, Valter Aparecido Pegorer (PMDB), que é suplente, poderia assumir como deputado estadual, mas a decisão judicial de ontem "jogou um balde de água fria" na pretensão de Pegorer.