Apucarana

Produtores rurais voltam a reclamar sobre despejo irregular de lixo

Da Redação ·
Despejo indiscriminado de lixo em propriedades rurais voltou a ser motivo de reclamação na região de Apucarana e Arapongas nesta terça-feira (3) (Fotos: Luiz Demétrio)
fonte:
Despejo indiscriminado de lixo em propriedades rurais voltou a ser motivo de reclamação na região de Apucarana e Arapongas nesta terça-feira (3) (Fotos: Luiz Demétrio)

O despejo indiscriminado de lixo em propriedades rurais voltou a ser motivo de reclamação na região de Apucarana e Arapongas nesta terça-feira (3).

Agricultores radicados à margem da Estrada São Luiz, que liga a zona rural de Arapongas e Apucarana ao município de Londrina, mantiveram contato com a redação da Tribuno do Norte/TNOnline para denunciar que durante a noite algumas pessoas jogaram pneus inservíveis, tecidos, madeira de móveis destruídos e até calcinhas femininas velhas em bacia de contenção na "cabeceira" de um sítio nas imediações do Assentamento Dorcelina Folador.

Os proprietários procuraram a Polícia Ambiental e autoridades ligadas à área de preservação do meio ambiente para pedir providências no sentido de coibir tal prática que, segundo eles, têm sido recorrente na zona rural de Apucarana e Arapongas.

Contorno Norte - Há uma semana, o fazendeiro Dinarte Felipetti, de Apucarana, procurou o TNOnline para denunciar que pessoas as quais ele desconhece estão jogaram lixo em sua propriedade rural, situada à margem do Contorno Norte.

Entre os detritos estavam armários quebrados, restos de tecidos, pneus velhos, garrafas e até um aparelho de televisão quebrado (lixo eletrônico). O fazendeiro observa que o lixo acumula água, criando condições favoráveis para procriação do mosquito da dengue, o aedes aegypti.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente foi informada sobre a irregularidade e adiantou que vai trabalhar para identificar e punir os responsáveis pela poluição ambiental.
 

continua após publicidade