Apucarana

Policial de Apucarana muda de "defensor da lei" para "servo de Deus"

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Policial de Apucarana muda de "defensor da lei" para "servo de Deus"
fonte:
Policial de Apucarana muda de "defensor da lei" para "servo de Deus"

Algumas pessoas trocam radicalmente de atividade ao longo da vida e isso, geralmente, surpreende muita gente. O caso do policial aposentado Osvaldo Brito de Souza, de 56 anos, residente no Jardim Ponta Grossa, na zona norte de Apucarana, pode ser considerado desse rol. Após trabalhar como policial militar de 1977 a 1985, Brito fez concurso e ingressou na Polícia Civil do Paraná, onde trabalhou em Apucarana, Arapongas, Londrina, Congoinhas, Dois Vizinhos e Curitiba, até se aposentar, em 2010, quando prestava serviço novamente na 17ª Subdivisão Policial (SDP). Ao longo desse tempo, Brito recebeu três medalhas condecorativas por bons serviços prestados à Secretaria de Segurança do Paraná.

Dois anos antes de se aposentar, o "ex-agente da lei"  conta que "sentiu um chamado para a vida religiosa" durante uma visita de evangélicos a presos na Cadeia Pública de Arapongas. Por essa razão, em 2008, Brito  iniciou  curso básico no Instituto Bíblico da Assembleia de Deus do Paraná, que foi concluído em 2009. 

Em maio de 2010 o ex-policial foi batizado na Igreja Missionária Unida do Brasil, em Apucarana, onde congrega até hoje. Foi a partir daí que ele decidiu cursar Teologia no Cesumar, em Maringá. Após concluir o curso superior, Brito agora se prepara para ser pastor, recebendo orientações mais específicas do pastor presidente Antônio Ferreira, da Igreja Misionária Unida do Brasil. O ex-policial afirma que para ele "não foi difícil deixar as armas para atender o chamado de Jesus Cristo". 

Brito pediu que matéria fosse finalizada com uma citação evengélica; " Existe Salvação para o perdido; saiba que existe Salvação; tire a máscara do pecado,tire a mentira que está instalada no teu coração, pois Jesus Cristo tem o Perdão, e a Salvação para você". "Isso vale para qualquer pessoa, independente da opção religiosa", completou o "agente da fé".

Veja o vídeo do "defensor da lei" que agora se intitula "servo de Deus". 

continua após publicidade