Apucarana

Polícia Militar intervém para evitar confusão em velório de suicidas que mataram e queimaram grávida

Da Redação ·
Dupla que assassinou e queimou corpo de menor grávida se matou em cela da 17ª SDP
fonte:
Dupla que assassinou e queimou corpo de menor grávida se matou em cela da 17ª SDP

A Polícia Militar (PM) de Jandaia do Sul adotou uma medida de precaução nesta sexta-feira (20) para evitar tumulto nos velórios de dois rapazes que estavam presos em Apucarana e colocaram fim à própria a vida ontem (19), em cela da 17ª Subdivisão Policial (SDP). Duas viaturas com vários homens da corporação ficaram de prontidão nos velórios, na Vila Rica, até que os corpos fossem sepultados no Cemitério Municipal de Jandaia do Sul.
 

continua após publicidade
confira também



Conforme o sargento Daniel Rodrigo de Souza, do setor de relações públicas do 10º BPM, José Adriano Silva Neto, 23 anos, e Fabiano Lino de Souza, 22 anos, estavam presos desde segunda-feira e se enforcaram no cárcere.  Eles mataram a gestante Ana Paula Alves Pires, 17 anos. Ambos confessaram o crime, pois Neto, casado e pai de dois filhos, não pretendia assumir a paternidade de um bebê que Ana Paula estava esperando. Grávida de 8 meses, a menor foi estrangulada e carbonizada.

Suicídio - Neto e Souza amarraram um lençol no ponto mais alto da grade e cometeram suicídio. Os corpos foram encontrados pendurados na cela, um ao lado do outro. "Nesta sexta-feira o corpo de Ana Paula era velado na Capela Mortuária de Jandaia e simultaneamente os dois suicidas eram velados em residências na Vila Rica. Quando a moça foi sepultada pela manhã, um grupo de pessoas ligadas à adolescente assassinada teria insinuado que poderia ir até o velório dos dois para colocar fogo nos caixões; por essa razão a PM ficou de prontidão no local para evitar uma possível confusão", explicou o sargento.

O sepultamento da dupla suicida está previsto para o final da tarde desta sexta-feira. A PM adianta que vai permanecer de prontidão para evitar possível ato de vandalismo durante a noite e madrugada nos túmulos dos dois rapazes, que eram amigos desde criança.