Apucarana

Funcionários de frigorífico fazem ato de protesto em frente ao MP

Da Redação ·
Funcionários de frigorífico fazem ato de protesto em frente ao MP - Foto - Sérgio Tibi
fonte:
Funcionários de frigorífico fazem ato de protesto em frente ao MP - Foto - Sérgio Tibi

Cerca de 100 Funcionários do frigorífico FrigoBeto, administrado pela Oregon S.A., organizaram um ato de protesto, na manhã desta sexta-feira (13), em frente a sede do Ministério Público (MP), à Rua Erasto Gaertner, no centro da cidade. O objetivo, segundo os idealizadores do manifesto, "é lutar pela manutenção de cerca de 250 empregos gerados pela empresa", radicada na Rua Deolindo Massambani, no Parque Bela Vista, na zona norte de Apucarana.

O impasse gera insegurança para as famílias dos funcionários da indústria, conforme o técnico em segurança do trabalho Claudomiro Lopes, o "Sabará", de 48 anos, escolhido como representante dos trabalhadores da empresa para se reunir com o promotor Vilmar Fonseca, na sede da Promotoria Pública. "Acreditamos que o promotor Vilmar Fonseca vai entender o motivo da nossa mobilização", disse Sabará antes de ser recebido pelo representante do MP.

A direção do frigorífico estuda interromper definitivamente suas atividades em Apucarana depois que a Justiça determinou a vedação de sua estação de tratamento de efluentes.

A decisão do juiz Laércio Franco Júnior atende pedido formulado pelo promotor Vilmar Antônio Fonseca, que esteve no local na última sexta-feira. A possibilidade de perder o emprego assusta os 250 funcionários que dependem dos ganhos na empresa para sustentar suas famílias.

Na noite de terça-feira (10), cerca de 30 funcionários da empresa foram até a Câmara de Vereadores e fizeram um protesto contra a possibilidade de demissões.

Já a mobilização desta sexta-feira teve início na frente da empresa, no Parque Bela Vista, e a caminhada prossegue até a sede da Promotoria Pública. 


Leia mais na edição de sábado (14) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná 

continua após publicidade