Apucarana

Emater vai ganhar sede própria em Apucarana

Da Redação ·
Encontro entre o prefeito de Apucarana e direção da Emater e do núcleo da Seab também marcou a conquista de R$ 1 milhão e 152 mil reais para a pavimentação em pedras irregulares (Foto: Edsos Denobi)
fonte:
Encontro entre o prefeito de Apucarana e direção da Emater e do núcleo da Seab também marcou a conquista de R$ 1 milhão e 152 mil reais para a pavimentação em pedras irregulares (Foto: Edsos Denobi)

O escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), que atualmente funciona no prédio do Sindicato Rural Patronal, ganhará sede própria. O anúncio foi feito pelo prefeito de Apucarana, Beto Preto, que se reuniu nesta segunda-feira (09/09) com representantes da Emater. O Município doará uma área para a execução da obra, na Avenida Central do Paraná, ao lado do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU). O prédio terá dois pisos (térreo e primeiro andar), totalizando 250 metros quadrados de área construída, e abrigará os escritórios local e regional da Emater. Prefeito também anunciou investimentos de R$ 1 milhão para a pavimentação em pedras irregulares de 6 quilômetros de estradas rurais.

Participaram do encontro os chefes do escritório regional e local da Emater, respectivamente, Antônio Kenje e Geraldo Maronezi, os gerentes de área da empresa, Adenir de Carvalho e Cristóvão Ripol, o chefe do núcleo regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, Paulo Franzini e o secretário municipal de Agricultura, João Carmo da Fonseca, além de assessores municipais.

De acordo com o prefeito Beto Preto, o investimento total será de cerca de R$ 500 mil, envolvendo terreno, material de construção e mão de obra. “Estamos fazendo uma composição de custos para garantir a obra. A Emater disponibilizou R$ 250 mil para a aquisição do material de construção e o  município doará o terreno e buscará viabilizar mais R$ 90 mil junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário para a mão de obra”, explica.

Assim que todos os detalhes estiverem fechados, será assinado um termo de cooperação técnica entre o Município e a Emater para a execução da obra. “A Emater funciona em Apucarana desde a década de 70 e nunca teve sede própria, funcionando sempre em locais alugados. Agora, terá um espaço físico projetado de acordo com a necessidade da instituição e dos produtores rurais”, afirma João Carmo da Fonseca, secretário municipal de Agricultura. Fonseca também afirma que a sede própria consolida Apucarana como polo regional também no setor agrícola, destacando que o escritório regional da Emater abrange 13 municípios.

PEDRAS IRREGULARES  – O encontro entre o prefeito de Apucarana e direção da Emater e do núcleo regional da Seab também marcou a conquista de R$ 1 milhão e 152 mil reais para a pavimentação em pedras irregulares de 6 quilômetros de estradas rurais. A confirmação do recurso foi feita pelo chefe da regional da Seab, Paulo Franzini, que afirmou que o convênio entre o Município e o Governo do Estado deverá ser celebrado em breve. “Todo o projeto foi concebido e elaborado pela Secretaria Municipal da Agricultura. Vamos fazer a pavimentação poliédrica de um quilômetro na Estrada do Bertasso, no final da Rua Denhei Kanashiro, e de 5 quilômetros na Estrada do Barreiro, a partir da Rodovia Ayrton Sena”, relata o prefeito Beto Preto.  

continua após publicidade