Apucarana

Diretor de frigorífico acaba detido por suposta poluição ambiental em Apucarana

Da Redação ·
Diretor de frigorífico Ä— detido por suposta poluição ambiental em Apucarana - Delair Garcia, da Tribuna do Norte
fonte:
Diretor de frigorífico Ä— detido por suposta poluição ambiental em Apucarana - Delair Garcia, da Tribuna do Norte

Por solicitação do Ministério Público do Meio Ambiente, a Polícia Civil de Apucarana prisão um dos um dos diretores do Frigorífico Oregon, que usa a marca Frigobeto,situado no Parque Bela Vista (zona norte de Apucarana). 

De acordo com o MP, a empresa era investigada por poluição ambiental e em maio foi proibida pela Justiça de continuar despejando seus resíduos em lagoas de tratamento que ficam às margens de afluentes no Rio Pirapó.

Mas no final da manhã desta sexta-feira (6) o promotor de Justiça Vilmar Fonseca flagrou a empresa desobedecendo a decisão judicial, pois estaria poluindo o ambiente.

João Roberto da Silva foi detido em flagrante e o crime é inafiançável. A operação teve apoio da Policia Civil e Policia Ambiental. Além da empresa e seus funcionários, o Ministério Público arrolou o IAP como réu na ação que investiga os crimes, pois o órgão estadual ambiental permitia o funcionamento do frigorífico mesmo com as supostas irregularidades.

A direção do Frigorífico Frigobeto nega as irregularidades.


Leia mais na edição de sábado (7) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná

continua após publicidade