Apucarana

Técnicos tentam solucionar vazamento na piscina do Lagoão

Da Redação ·

As obras da cobertura e do sistema de aquecimento da piscina do Complexo Esportivo José Antônio Basso (Lagoão) foram entregues no final do ano passado pela gestão anterior, mas o espaço não pôde ser utilizado até agora. O motivo é um vazamento na rede hidráulica, o que impediu que a piscina ficasse em condições para o desenvolvimento das atividades que estavam previstas.

continua após publicidade

Nesta segunda-feira (05/08), técnicos contratados pela Prefeitura de Apucarana iniciaram uma vistoria para detectar onde está o vazamento e indicar a solução adequada.

A secretária municipal de Esporte e Lazer, Dione Gaspar, afirma que devido ao problema o sistema de aquecimento também não foi testado até o momento. “Não sabemos se a caldeira irá funcionar, pois é uma estrutura antiga e localizada em local precário, que está sem metade do telhado”, observa. De acordo com a secretária, esses não são os únicos problemas verificados na obra. “Muitos azulejos da piscina já estão descolando, há algumas goteiras e chove dentro em outro ponto por problemas na inclinação da cobertura”, relata.

continua após publicidade

A piscina maior do Complexo Esportivo do Lagoão é semi-olímpica, tem 25 metros de comprimento e 8 raias. De acordo com a professora de natação da Secretaria Municipal de Esporte, Nilza Aparecida Belan, a capacidade é de 600 mil litros de água, mas a piscina nunca permaneceu cheia desde que foi reinaugurada. “Tínhamos que ficar repondo a água, pois a cada dia esvaziava cerca de 20 centímetros”, afirma, lembrando que o vazamento já tinha sido detectado antes do início das obras. “Deveriam, primeiro, ter verificado onde estava o vazamento e solucionado. É água, cloro e agora recursos para o conserto jogados fora”, opina.

A professora afirma que aguarda a solução do problema para que a Secretaria possa oferecer neste espaço aulas de iniciação e treinamentos visando a formação de atletas para a participação em competições como os Jogos Abertos do Paraná (JAP´s) e os Jogos da Juventude do Paraná (Jojup´s).

À época, quando o convênio foi firmado com o Programa Esportes e Lazer na Cidade, do Ministério do Esporte, o valor do investimento anunciado foi de R$ 578.954, mais R$188.954 de contrapartida municipal.

continua após publicidade

Fotos: Edson Denobi