Apucarana

Semana do Aleitamento quer ampliar número de doadoras

Da Redação ·

Comemorado ontem, o Dia Mundial do Aleitamento Materno chama atenção para a importância da amamentação para a saúde do bebê. Em Apucarana, o Hospital da Providência deu início a uma semana de atividades coordenadas pelo Banco de Leite Humano da instituição.

A enfermeira coordenadora do banco de leite do Providência, Maria Aparecida das Neves, explica que os atendentes do hospital já receberam um treinamento especializado para o recebimento das mães. Outros funcionários também receberão um curso de 20 horas na próxima semana, voltado às práticas de amamentação e coleta do leite materno. A ideia é, além de ensinar as mães os procedimentos corretos, incentivar a doação de leite.

“É muito importante a doação de leite pelas mães de recém-nascidos. O nosso banco de leite atende a UTI Neonatal, que cuida de bebês em situação de risco. Por isso, quanto mais mulheres se disponibilizarem a doar, melhor”, explica a enfermeira.

O hospital conta com o apoio do Corpo de Bombeiros de Apucarana para realizar a coleta nas casas das doadoras, que é realizada semanalmente.

Só no mês de julho, o banco de leite disponibilizou mais de 37 litros do alimento. A quantidade foi suficiente para atender a demanda, mas não são todos os meses que esse volume é atingido. “Temos atualmente 24 doadoras de leite. A demanda é bastante grande. Só existem outros nove bancos de leite humano em todo o Paraná”, diz Maria Aparecida.

continua após publicidade


O banco não atende apenas doadoras, mas também auxilia as mães que tem algum problema com a amamentação.Todas as mulheres que dão a luz no hospital recebem orientações sobre como realizar a amamentação da melhor forma possível, tanto para a criança quanto para as próprias mães.

“O que as mães mais sentem dificuldade é em dar a mama corretamente para o bebê. A mãe de primeira viagem geralmente não sabe e o bebê muito menos. Por isso, mãe e filho acabam tendo que aprender juntos”, conta a coordenadora do banco de leite.

SOLIDARIEDADE

A costureira Selma Natália Pires deu a luz ao pequeno Wesley há cerca de um mês. Desde então, ela doa o excesso de leite materno produzido semanalmente. “Eu acho muito importante doar, porque o leite que sobra para mim pode ajudar os bebês que estão no hospital. É uma questão de solidariedade”, conta ela.

continua após publicidade

As mulheres que desejam doar podem se dirigir até o Hospital da Providência, que funciona de segunda a sexta das 8h às 17h e aos sábados das 8h às 12h.