Apucarana

UTFPR cogita acabar com curso técnico

Da Redação ·

Em meio às avaliações que passam todos os cursos oferecidos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPr), a direção do campus de Apucarana confirma cogitar não mais disponibilizar a habilitação em Técnico em Modelagem do Vestuário, integrada ao Ensino Médio. A possibilidade seguiria tanto por mudanças governamentais, uma vez que o Ministério da Educação (MEC) separou o ensino técnico do superior, quanto a constatação da baixa absorção do mercado dos formados.

De acordo com o professor Aloysio Gomes de Souza, diretor do campus de Apucarana, a universidade passa por um Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), que discute e “rediscute” todos os cursos em oferta atualmente no Estado. “Os indicadores principais avaliados são empregabilidade, evasão e infraestrutura”, pontua o professor. Entre os motivos que contam contra o prosseguimento da oferta no curso de Modelagem do Vestuário, estaria a baixa absorção do setor aos formados. “No caso desse curso, em específico, são poucos os que se formam e já saem empregados. A maioria dos alunos o procura pela questão da integração do ensino médio”, acrescenta. 
Além disso, decisões governamentais dificultariam a permanência de cursos técnicos na instituição. Segundo informa, o MEC passou a tratar o ensino técnico e o superior como assuntos diferentes, o que desestimularia a coexistência de ambos na instituição. “A Sesu (Secretaria de Educação Superior) e a Setec (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica) passaram a ser órgãos diferentes dentro do MEC. E, desde 2013, a UTFPR não tem vinculação com a Setec. Ou seja, o MEC só vai disponibilizar professores com magistério superior e com doutorado”, explica. “Não é possível informar quanto tempo vai levar, mas o fim do curso técnico na instituição é uma tendência natural”. 

SEM PREJUÍZO - Souza ressalta, entretanto, que, ainda que o curso deixe de ser oferecido no futuro, os alunos já matriculados não sofrerão nenhum prejuízo. “Mesmo que um dia aconteça, todos os alunos que ingressaram terão garantidos o curso até o final e com o diploma”, afirma. 

Atualmente, o Técnico em Modelagem do Vestuário tem três anos de duração em tempo integral. A habilitação existe desde 2007 na instituição, onde é aberta uma turma de quarenta vagas por ano.

continua após publicidade