Apucarana

Sanepar vai implantar usina de lixo

Da Redação ·

O presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Fernando Ghignone  anunciou ontem (6), futuros investimentos na infraestrutura de adequação do aterro sanitário para o controle de resíduos sólidos do município. O anuncio aconteceu durante a entrega das novas obras de ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto, através de investimento do Governo do Estado de R$ 9 milhões, e assinatura de ordens de serviço no valor de R$ 20,38 milhões para a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Biguaçu e da rede de coleta, em Apucarana.  “Até então estávamos apenas corrigindo os aterros sanitários. Porém, a era de enterrar lixo neste Estado acabou. A era agora é transformar o lixo em outros produtos, como compostos orgânicos para agricultura e geração de energia elétrica”, informa o presidente lembrando que os lixões serão permitidos até 2014 no Paraná. Conforme o presidente, a Sanepar planeja incentivar consórcios municipais para financiar novas estruturas de aterros sanitários e reduzir o impacto gerado pelos resíduos. A empresa deve desenvolver uma usina para o reaproveitamento do lixo. “Pretendemos introduzir uma nova tecnologia com a separação seletiva e transformação de matéria orgânica em compostagem, incluindo sistema de gaseificação para produção de energia”, informa. Ghignone estipula que a primeira usina do Estado, que está sendo instalada em Ponta Grossa, entre em funcionamento dentro de um ano. “A unidade do aterro sanitário de Apucarana será a próxima a iniciar o processo de modernização”, informa. O prefeito Beto Preto (PT), reconhece a necessidade de uma gestão adequada de resíduos sólidos no município, no entanto ressalta que a situação do aterro tem melhorado nos últimos anos. A constante falta de água em algumas regiões de Apucarana foi destacada como outro problema. “No ano passado, uma semana após a eleição, estivemos em Curitiba discutindo essa questão com a atual diretoria, depois retomamos o assunto em várias oportunidades e sempre tivemos as portas abertas”, afirma, lembrando que a Sanepar antecipou uma obra na estação de bombeamento localizada na Rua Ouro Branco, que estará pronta em agosto e deverá melhorar a pressurização na rede de abastecimento de água para a região leste da cidade. Ampliações - O valor total das ampliações de coleta e tratamento de esgoto feito pelo Governo do Estado, através da Sanepar, chegará a R$ 29,4 milhões possibilitando 7,2 mil novas ligações. A empresa também anunciou investimentos, no valor de R$ 127 mil, na perfuração de dois novos poços artesianos na Vila Reis e região do Parque Jaboti.

continua após publicidade