Apucarana

Treineiros são mais de 1 milhão no Enem

Da Redação ·
 Ana Carolina Alves usa Enem para se preparar para o vestibular de Medicina 
fonte: Sergio Rodrigo
Ana Carolina Alves usa Enem para se preparar para o vestibular de Medicina 

Mais de 1 milhão dos candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda não concluíram o período escolar, nem concluirão até o fim do ano. São estudantes que fazem a prova apenas como treinamento para o exame. Os motivos são muitos: há candidatos que querem testar os conhecimentos, para saber o que ainda devem aprender e quais são suas maiores dificuldades e os que pretendem se acostumar com o tempo de prova – são duas tardes dedicadas ao exame.
“Mesmo no segundo ano do Ensino Médio, optei por fazer o Enem para me preparar. É uma prova complicada, mas muito importante para conseguir entrar na faculdade”, afirma Mariana Kuchpil Harfuch, aluna do Ensino Médio em Apucarana. Ela afirma que, mesmo fazendo a prova apenas para treinar, ela está se preparando para o exame. “Quero entrar no curso de Direito e uma boa nota no Enem pode me auxiliar a atingir o meu objetivo”, conta ela.

Ana Carolina Alves também é aluna do segundo ano do Ensino Médio em Apucarana e se prepara para fazer o Enem. “É um exame que abre portas, ajuda a entrar em uma boa universidade. Por isso resolvi fazer a prova”, diz. Ela explica que realizar o Enem um ano antes de terminar o Ensino Médio ajuda na preparação para o vestibular. “A experiência acaba contando na hora de fazer a prova para valer. Ainda mais quando se trata de um vestibular concorrido como o de Medicina, que é o que eu quero fazer”.

Mariana e Ana Carolina estão entre as 1.095.747 inscrições confirmadas dos chamados treineiros. Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação, o número representa 15,3% do total de inscrições confirmadas no Enem, que foi 7.173.574.

PROVAS - As provas do Enem serão aplicadas nos dias 26 e 27 de outubro em todos os estados e no Distrito Federal. Os candidatos receberão o cartão de inscrição no endereço fornecido. O documento terá um número, assim como a data, hora, o local de prova, a opção de língua estrangeira e outras informações específicas. Para os treineiros de primeira viagem e também para os demais candidatos, o MEC recomenda que se organizem para chegar no horário e que visitem antes o local de prova.

A nota do exame pode ser usada para classificação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e também para concorrer a vagas em instituições privadas de ensino superior, por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni). Além disso, é requisito no Programa Ciência sem Fronteiras e serve também para o estudante receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O exame é usado ainda para certificação do ensino médio de estudantes maiores de 18 anos que não têm o documento.

continua após publicidade