Apucarana

Fecea cria programa próprio para bolsas de extensão

Da Redação ·
Fecea cria programa próprio para bolsas de extensão
fonte: Tribuna do Norte
Fecea cria programa próprio para bolsas de extensão

A Faculdade Estadual de Ciências Econômicas e Apucarana (Fecea) será a primeira instituição pertencente à Universidade Estadual do Paraná (Unespar) a oferecer bolsas de extensão com recursos próprios. Atualmente, a Fecea mantém projetos nesse sentido junto ao programa Universidade Sem Fronteiras e que são financiados por agências de fomento do próprio governo estadual.

Segundo o professor e diretor da Fecea, Rogério Ribeiro, instituição pretende priorizar a concessão de bolsas de extensão, atendendo a uma reivindicação de professores e estudantes. Ele lembra que o ensino superior é calcado em um tripé, formado por ensino, pesquisa e extensão. Esta última une as duas primeiras, levando o aluno a atuar em ações práticas voltadas para a melhoria da sociedade e pode envolver várias áreas, desde social, economia até educação, entre outras. Na prática, a extensão propõe um confronto com a realidade, colocando a academia para discutir e apontar soluções para problemas comuns da comunidade.

continua após publicidade
confira também


Rogério Ribeiro assinala que, na Fecea, as bolsas de extensão vão priorizar o ensino básico, dentro da temática educação e cidadania. Os estágios deverão ser realizados dentro de escolas. Para isso, a faculdade criou o Programa de Bolsas de Extensão e Pesquisa da Unespar/Fecea. São seis vagas ofertadas nesta primeira etapa. As inscrições dos projetos deverão ser feitas, somente pelo coordenador de cada projeto, até o dia 7 de junho via protocolo. Cada bolsista receberá R$ 400 por mês. Mais informações no site www.fecea.br.

No programa Universidade Sem Fronteiras, a Fecea tem atualmente três projetos em andamento: o Programa de Apoio Preventivo à Saúde de Educadores do Vale do Ivaí (PAPS Educadores), Bom Negócio Paraná e Cultura e Turismo no Vale do Ivaí – o patrimônio material e imaterial como instrumento para o desenvolvimento turístico local. Um quarto projeto foi aprovado recentemente: “Instrumentos técnicos profissionais para a gestão de empreendimentos rurais na microrregião de Apucarana-PR”.