Apucarana

Congresso divulga Jornada Mundial da Juventude

Da Redação ·
 Luiz Carlos Pugialli apresentou agenda da visita do Papa Francisco ao Brasll em julho 
fonte: Sergio Rodrigo
Luiz Carlos Pugialli apresentou agenda da visita do Papa Francisco ao Brasll em julho 

O presidente da Comissão Especial Governamental da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Luiz Carlos Pugialli, fez o pré-lançamento do evento ontem durante o 10º Congresso Internacional do Turismo Religioso Sustentável, que acontece em Apucarana. A JMJ será realizada no mês de julho, na capital do Rio de Janeiro. Cerca de 2,5 milhões de peregrinos de 175 países devem passar pela jornada. Aproximadamente 4 milhões devem passar por outros eventos. 

continua após publicidade

Pugialli informa que aproveitou a oportunidade para apresentar detalhes do evento. “Ainda existem muitas dúvidas de como participar, apesar de toda informação divulgada”, observa. Durante a palestra, o presidente divulgou a agenda oficial do Papa Francisco e orientações logísticas para o acesso à cidade durante os quatro dias de evento, que inicia em 27 de julho. Essa é a terceira atuação de Pugialli durante visita de um pontífice no Brasil. “Vejo no Papa Francisco um carisma semelhante a João Paulo II. Ele deseja que o protagonismo do evento seja do jovem”.

O professor destaca que toda a estrutura foi desenvolvida e preparada para recepcionar todos os peregrinos. “Temos vários grupos de trabalho para atender as necessidades de todas as demandas. E cada dia surge uma novidade, Não podemos esquecer de detalhes importantes”, informa. Segundo ele, a estrutura desenvolvida consiste em alimentação, hospedagem, transporte, segurança e assistência hospitalar.

Para ele, a Jornada Mundial da Juventude não pode ser interpretada apenas como um evento religioso, mas também como uma maneira de direcionar a juventude, que segundo ele, não é o futuro, e sim, o presente. “O tempo do jovem é muito mais rápido. Se deixar para amanhã, ele pode entrar para o mundo das drogas, da bebida, ou qualquer outro caminho que possa prejudicar a nossa sociedade.

O presidente da comissão especial revela que se surpreendeu positivamente durante sua breve passagem por Apucarana. Ele conta que visitou os parques temáticos e identificou um grande potencial na cidade. “É possível criar uma relação com o o turismo e uma vida de fé. Apucarana deveria ser incluída pelo Governo do Estado na rota de turismo religioso, sem dúvida. O município possui lindas igrejas, parques e santuários que devem ser prestigiados”, destaca.  Pugialli deve se reunir hoje com a presidente Dilma Rouseff para tratar detalhes da jornada.

ÚLTIMO DIA - O 10º Congresso Internacional de Turismo Religioso Sustentável termina hoje. O evento teve três dias de duração e reuniu delegações das religiões evangélica, católica, muçulmana, budista, ortodoxa (ucraniana), hinduísta e seguidores de religiões afrobrasileiras.  Segundo a comissão organizadora do evento, cerca de 400 pessoas, de várias denominações religiosas, participaram da programação técnica do congresso.