Apucarana

Beto Preto recebe carro que era de João Carlos reformado

Da Redação ·
Beto Preto recebe carro que era de João Carlos reformado
fonte: Divulgação
Beto Preto recebe carro que era de João Carlos reformado

A Prefeitura de Apucarana recebeu de volta ontem o Chevrolet Astra, ano 2008, modelo Advantage, de cor preta, placas ADY-4193, que era de uso do gabinete do prefeito até o final de 2012.

Na tarde do dia 31 de dezembro, o ex-prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB) colidiu o Astra na traseira de um Ford Fusion, na esquina da Avenida Governador Roberto da Silveira com a Rua Urânio. No dia do acidente, a prefeitura estava fechada, e não havia expediente externo e nem interno. 

Na colisão, o Chevrolet Astra ficou com sua parte frontal bastante danificada. “Foi preciso reparar a lataria, faróis, grade e pára-choque, além da geometria do veículo”, informou o superintendente de patrimônio Kikolai Cernescu Junior, acrescentando que conserto custou R$ 4.500 para o Município.    

Cernescu disse que, quando o prefeito Beto Preto assumiu o cargo, não encontrou o veículo oficial do gabinete à disposição. “Ele acabou descobrindo o paradeiro do automóvel somente quatro dias depois, encostado num canto do pátio de máquinas, coberto por uma lona”, lembrou. 

O superintendente de patrimônio fez questão de informar ainda que a atual administração não recebeu sequer um comunicado a respeito do sinistro com o automóvel do gabinete do prefeito. “Depois de apurado o paradeiro do automóvel, um boletim da ocorrência foi deixado na portaria da prefeitura, pelo ex-secretário de governo”, revelou Cernescu, informando que o Astra não tinha seguro e que até agora a prefeitura não foi acionada pela proprietária do Fusion.

Ao receber de volta o Astra o prefeito Beto Preto lamentou a conduta de seu antecessor e reafirmou que a despesa será cobrada de quem causou o prejuízo ao município. “No apagar das luzes de sua gestão, o ex-prefeito ocultou o carro batido. Porém, em 2009, obrigou um motorista da saúde a assinar uma confissão de dívida e descontou de seu salário, em 15 parcelas, o reparo de um Fiat Uno batido”, recordou.

continua após publicidade