Apucarana

Venda de peixe já é grande na região

Da Redação ·
Venda de peixes deve crescer ainda mais até quinta-feira, véspera da Sexta-feira Santa  | Foto: Ivan Maldonado
fonte:
Venda de peixes deve crescer ainda mais até quinta-feira, véspera da Sexta-feira Santa  | Foto: Ivan Maldonado

Seguindo a tradição da Semana Santa, católicos da região já têm movimentado a venda de peixes, especialmente do bacalhau. O aumento do consumo é motivado pela substituição da carne vermelha e de aves neste período, como forma de penitência para lembrar o sacrifício de Jesus Cristo na Cruz. Em Apucarana, Arapongas e Ivaiporã, mercados e peixarias preveem um aumento nas vendas de até 20% nesta semana.

Na peixaria Assaí, de Apucarana, a proprietária Marina Takiguti diz que as vendas melhoraram desde o início da Quaresma, mas a as previsão era que nesta semana aumentassem 50% a mais. Entre os peixes mais vendidos, conforme ela, estão: Sardinha (R$ 4,80 de 800 gramas), Filé de Merluza (R$ 13,90 o quilo) e Filé de Tilápia (R$ 19 o quilo). “Por ser um alimento saudável, o consumo de peixe tem crescido entre as famílias”, frisa.

Laudicéia Farias, caixa da peixaria Coma Peixe, afirma que todos os peixes têm uma boa saída neste período, especialmente bacalhau que custam entre R$ 24,90 (Saithe) e R$ 44,90 (Porto).

O gerente do Supermercado Cidade Canção, Leandro Zafalon, diz que a venda de bacalhau deve deslanchar ainda mas até quinta-feira. Até agora, ele diz que a procura cresceu 10% neste ano.

Em Ivaiporã, Clarice Domeda, gerente do Paraná Supermercado, diz que o movimento foi intenso sábado e ontem. “A procura até quinta-feira deve aumentar ainda mais”, diz ela, prevendo uma crescimento de até 60% até o final desta semana.

Com relação aos preços, a gerente diz que alguns itens tiveram uma pequena variação devido à demanda. “Mesmo os peixes que tiveram alta, o preço ainda é razoável em comparado com o da carne nobre. A picanha, por exemplo, custa R$ 29,90 o quilo, que é o mesmo valor do bacalhau do Porto”, exemplifica.

Os tipos de pescados que têm maior procura nos mercados nesta época em Ivaiporã são: bacalhau, Curimba, Tainha, Dourado, Salmão e Merluza.

FEIRA
Outra tradição da Semana Santa em Ivaiporã é a Feira do Peixe Vivo, que ocorre há mais de 10 anos na Praça Manoel Teodoro da Rocha. O evento começou ontem e tem o apoio da Secretária Municipal de Agricultura.

Rosa Ciola, que é uma das pioneiras da feira, diz que o evento contribui com o piscicultor, que tem a oportunidade de comercializar boa parte da sua produção e complementar a renda.

“É também uma ótima oportunidade para a população, que pode adquirir produtos frescos e de qualidade, com preços acessíveis”, argumenta.

No primeiro dia da feira, o produtor Alexandre Rocca Araújo diz que ficou satisfeito com as vendas. “Estamos pela primeira vez na feira. A expectativa é de vender mil quilos até quinta-feira”, comemora.

continua após publicidade