Apucarana

Apucarana registra 4 casos de dengue importados

Da Redação ·
Apucarana reistra 4 casos de dengue importados
fonte: Divulgação/Profeta
Apucarana reistra 4 casos de dengue importados

Subiram de dois para quatro o número de casos de dengue em Apucarana, todos importados. A informação foi divulgada ontem pela Secretaria Municipal de Saúde, depois da confirmação do Laboratório Central do Estado (Lacen) em Curitiba. As duas pacientes são mulheres, uma de 30 anos e a outra de 66 anos. Uma delas, residente no Jardim Iguatemi, manifestou sintomas da doença ao retornar de uma viagem para Santa Catarina. A outra, do Jardim Paulista, havia visitado as cidades de Londrina e Maringá.

Ainda ontem, a Saúde divulgou uma nova e preocupante estatística sobre a doença na cidade. Em relação ao último levantamento feito em janeiro, o nível de infestação do mosquito da dengue na área urbana de Apucarana subiu de 6.1% para 8.3%. Já nos distritos, os resultados são mais animadores, com uma queda de 4.71% para 2.69%. No distrito da Caixa de São Pedro, por exemplo, onde o nível de infestação era de 8.29% agora é de apenas 2.29%. A localidade recebeu um mutirão da saúde em janeiro e correspondeu as orientações preventivas.

“Não podemos descuidar porque estamos com índice bem acima do preconizado pela Organização Mundial da Saúde, que é inferior a 1%. Estamos numa condição de alto risco”, alerta o superintendente de Vigilância em Saúde, Aguinaldo Ribeiro.

O crescimento da infestação entre meses de fevereiro e março na área urbana aconteceu apesar da intensificação do trabalho de prevenção realizado pelas equipes de saúde. Além de divulgar as medidas preventivas e alertar sobre a gravidade da doença através de divulgação na mídia, foram realizados mutirões em vários bairros da cidade, com vistoria nos quintas e distribuição de folhetos educativos. 

Mesmo com os constantes dias de chuva registrados na cidade, a equipe da prevenção à dengue não está parada. Devido às condições climáticas, o trabalho de prevenção esteve voltado, nesta semana, às escolas das redes municipal e estadual. Além de palestras sobre o tema, as crianças receberam panfletos direcionados a essa faixa etária.

As medidas de prevenção chegam às crianças através de historinhas contadas em forma de gibi da Turma da Mônica, que chegou às mãos de secretaria da Saúde através de doação de uma empresa. Os estudantes ainda recebem outra impressão educativa elaborada pela equipe dos agentes de endemias também com foco na leitura das crianças. “Vamos continuar empenhados na prevenção da dengue no município. Temos que reverter esse quadro”, afirma Aguinaldo Ribeiro.

continua após publicidade