Apucarana

Ricardo Coelho assume presidência do IRIB em dezembro

Da Redação ·
Ricardo Coelho assume presidência do IRIB em dezembro
fonte: Divulgação
Ricardo Coelho assume presidência do IRIB em dezembro

O titular do serviço de registro de imóveis e registro civil de Apucarana (50 km de Londrina), o registrador Ricardo Bastos da Costa Coelho, assumirá no dia 3 de dezembro a presidência do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil (IRIB), entidade de alcance nacional e que congrega mais de 1.700 registradores dos 3.224 existentes em todo o país.

Embora já tenha participado de sete diretorias, a primeira delas em 1985, sempre como Diretor de Eventos e hoje ocupando a vice-presidência e a presidência do Conselho Deliberativo, Coelho será o segundo paranaense a assumir o cargo. Em seus 40 anos de existência, a presidência do IRIB foi exercida por registradores de praticamente todos os Estados da federação, para demonstrar a universalidade e importância do serviço.

Para Ricardo Coelho, assumir a presidência do Instituto é uma tarefa de suma importância, mas ao mesmo tempo gratificante. Em sua sala no serviço registral de Apucarana (ele é o titular do 1º Registro de Imóveis e Registro Civil da cidade),  diariamente  com os colegas do Brasil inteiro, verificando dados, passando informações, aglutinando e ajudando a coordenar o esforços de um contingente superior a 75.000 pessoas que fazem parte da cadeia de registros do Brasil.

"Registrar é existir. Parece difícil a compreensão dessa frase, mas ela é a mais pura e simples verdade. Vou citar o exemplo mais simples: do mesmo modo que uma construtora dá vida 'física' a uma obra, seja ela qual for, o registro dá a essa mesma obra a vida de direito. Ela existe ou não, é propriedade de alguém ou não, se for - ou não for - registrada", comentou.

E ele lembra que assim também é a vida das pessoas. "Desde o momento em que chega a este mundo, casa, descasa, compra, vende, aluga, agrega ou desagrega, transfere, recebe, até o momento em que parte, pessoas e coisas precisam existir de fato e de direito. E o existir de direito, só o registro garante. Nãohá como não ser assim", salientou.

Três dos principais eixos da administração de Ricardo Coelho podem ser definidas como estruturantes. "O Brasil tem mais de 3.200 registradores. Desde aqueles que têm seus ofícios nas grandes capitais até os micros registradores nas menores cidades do interior.

Mais da metade faz parte do IRIB. Uma das metas é trazer todos para o âmbito do Instituto e vamos normatizar, formatar e capacitar com equipamentos modernos - ainda mais - os serviços prestados pelos registradores no intuito de chegarmos rapidamente ao registro eletrônico.  Queremos transmitir e incutir em todos eles a necessidade de prestar o melhor serviço para nosso público, oferecer a ele acessibilidade, cortesia, velocidade e profissionalismo", garantiu.

A eleição e a posse serão realizadas na próxima segunda-feira (3), na sede do IRIB em São Paulo, e dela devem fazer parte figuras de destaque do mundo jurídico político  e empresarial de vários Estados.

continua após publicidade