Apucarana

Denarc realiza operação e prende cinco traficantes em Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Denarc realiza operação e prende cinco traficantes em Apucarana
fonte: Delair Garcia
Denarc realiza operação e prende cinco traficantes em Apucarana

Uma operação com a participação de 36 policiais, iniciada ainda na madrugada desta terça-feira (13) em Apucarana pelos núcleos de Maringá e Londrina da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), com apoio de delegados e agentes da 17ª Subdivisão Policial (SDP), resultou na prisão de cinco acusados de traficar entorpecentes na cidade. As investigações a respeito do grupo foram iniciadas em julho e os cinco tiveram as prisões preventivas decretadas pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Apucarana. Outros sete integrantes da quadrilha já haviam sido detidos anteriormente. Na casa de um dos presos hoje no Núcleo Afonso Camargo (zona norte da cidade) a polícia localizou alguns pés de maconha cultivados em vasos e desde julho oito quilos de crack foram apreendidos. No total, foram cumpridos hoje cinco mandados judiciais de prisão preventiva e três de busca e apreensão.

O delegado Lanevilton Theodoro Moreira, da Denarc de Londrina, explicou mais detalhes sobre a operação para coibir a comercialização de entorpecentes e confirmou que Apucarana está na rota dos narcotraficantes. "A partir da prisão de Marcelo Belmonte em Maringá, com três quilos de crack comprados em Guaíra e que seriam trazidos para Apucarana, aprofundamos as investigações sobre a atuação da quadrilha, fizemos os pedidos das prisões preventivas dessas cinco pessoas e o Judiciário deferiu, possibilitando uma ação mais efetiva da polícia", disse. Segundo ele, outro líder do bando é o empresário Reginaldo Ramos da Silva, 30, proprietário de uma oficina em Apucarana.

 Lanevilton reiterou que as investigações tiveram início em julho deste ano e ao todo, 13 mandados de prisão e oito de busca e apreensão foram cumpridos em Apucarana nos últimos quatro meses.. Dos 13 mandados, sete pessoas já estavam presas, cinco foram detidas hoje e uma está foragida. 

continua após publicidade

O grupo é acusado de buscar crack e cocaína em Guaíra e revender a usuários e outros traficantes de menor escala estabelecidos em Apucarana e região. Para o delegado-chefe da 17ª SDP, Valdir Abrahão, a operação foi um golpe significativo contra o tráfico, já que o grupo estava incluindo Apucarana na rota de distribuição de droga no norte do Paraná.

continua após publicidade
confira também

Valdir Abrahão destacou a importância do combate ao tráfico de drogas que, segundo ele, está na base da criminalidade. "Do tráfico de drogas derivam crimes como furto, roubo, receptação e até homicídios e latrocínios. Por isso a redução da criminalidade e da violência de um modo geral passa, imprescindivelmente, pela ação rigorosa da polícia no sentido de coibir a comercailização de entorpecentes", frisou.

Abrahão acrescentou que nesta terça-feira foram presos Adriano Cesário do Nascimento, o "Bola", de 31 anos (Parque Bela Vista), Edgar Maragon, 27 (Núcleo Marcos Freire), Reginaldo Ramos da Silva, 30 (Parque Industrial Norte), Osmar Bispo dos Santos, 26 (Núcleo Afonso Camargo) e Israel Alves da Silva, 23 (projeto Agrícola). Todos encontram-se encarcerados no minipresídio de Apucarana.

Leia mais na edição de quarta-feira (14) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná