Apucarana

Temporal causa estragos em Apucarana

Da Redação ·
continua após publicidade

A chuva que atingiu Apucarana na tarde de quarta-feira (31), causou estragos em várias regiões do município com rajadas de ventos de até 90km/h segundo o Instituto Tecnológico Simepar. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a tempestade destelhou casas, derrubou árvores e postes. As áreas mais atingidas foram Vila Reis, Jardim Curitiba, Jardim Catuaí, Parque Industrial Norte, e os núcleos habitacionais Afonso Camargo e João Paulo.

Segundo os bombeiros, a ocorrência mais significativa aconteceu na Escola Municipal José de Alencar, anexo ao Colégio Estadual Profª Godoma Bevilacqua de Oliveira, na Vila Reis. A ventania foi tão forte que acabou destelhando e derrubando o muro da instituição.

continua após publicidade

A diretora da escola, Leoni dos Santos, contou que passou minutos de pânico. "Foi assustador. As telhas começaram a cair e as crianças ficaram apavoradas", descreveu.

De acordo com Leoni, o momento mais crítico aconteceu por volta das 16h30, quando o temporal se agravou com chuva de granizo e fortes rajadas de vento, que arremessaram telhas de outras casas até a escola, e destelhou a sala dos professores.

A professora Nilza Aparecida Golçalves Vieira, que leciona da escola, frisou que o prédio é antigo e que em dias de chuva, problemas como alagamento ocorrem com frequência. “Toda chuva forte nós passamos pela mesma situação”, afirmou.

continua após publicidade

Ainda na Vila Reis, a ventania destelhou casas e derrubou várias árvores que interditaram diversas ruas do bairro. O aposentado José Adolfo Bloemer, que mora na Rua Hermínio Basso disse que nunca havia visto um temporal como este que atingiu a região. "Na hora da chuva eu não me assustei muito, mas depois vi que os estragos foram grandes", confessou o aposentado. Bloemer ficou espantado ao perceber que só em sua rua havia duas árvores derrubadas pelo vento.

Os estragos no Jardim Curitiba também foram expressivos. Na Rua Cajuru, uma árvore caiu sob a fiação elétrica em frente à residência da dona de casa Rosa Donato. Ela contou que o susto foi maior quando o vento jogou uma antena na parede de sua casa. "Eu estava na cozinha quando escutei um forte barulho, só depois que a chuva passou vi que a parabólica do vizinho foi parar no meu quintal", relatou.

Na Rua Boa Vista, uma casa foi totalmente destelhada. A zeladora Vilma Fonseca, estava no trabalho quando recebeu uma ligação de sua vizinha, avisando sobre o ocorrido. “Cheguei em casa e não acreditei no que vi e liguei para o meu marido na hora”. Nos fundos da casa de Vilma moram seu pai e dois irmãos, que também tiveram a casa destelhada. “Os móveis ficaram todos molhados, vamos ver o que podemos salvar”, lamenta a zeladora.

continua após publicidade

De acordo com a defesa civil, em alguns locais houve queda de energia elétrica e semáforos chegaram a ficar desligados por alguns minutos em vias públicas da área central de Apucarana. No Núcleo Habitacional João Paulo, um raio fez com que vários aparelhos eletrônicos sofressem pane em diversas residências.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil ainda não divulgou o balanço sobre os estragos provocados pelo temporal.