Apucarana

PF cumpre mandados de busca na Sanepar em Apucarana e Arapongas

Da Redação ·

Equipes da Polícia Federal (PF) estiveram em Apucarana e Arapongas nesta quinta-feira (20) cumprindo mandados de busca e apreensão nos escritórios da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Operações similares foram realizadas em outros 15 escritórios da empresa no Estado em decorrência de suposto crime ambiental imputado à Sanepar. Em Apucarana os agentes da PF apreenderam boletins e documentos na sede da empresa e vistoriaram estação de tratamento de esgoto com a finalidade de coletar material e produzir provas sobre a prática do suposto crime ambiental. De acordo com a PF, os possíveis crimes estariam ocorrendo em 17 municípios do Paraná. Ainda não há informações sobre prisões.

continua após publicidade

A ‘Operação Iguaçu – Água Grande’ é realizada por 43 equipes da PF e fiscais do Ibama. Em Apucarana os agentes federais foram comandados pelo delegado Caetano.

A PF e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) iniciaram na manhã desta quinta-feira (20) a fase ostensiva da ‘Operação Iguaçu – Água Grande’, que tem o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Trinta mandados de busca e apreensão foram cumpridos na sede central e regionais da Sanepar em 17 cidades do estado.

continua após publicidade

De acordo com a PF, o objetivo da ação é buscar novos materiais e documentos que comprovem a responsabilidade da empresa em casos poluição. Os mandados, que foram expedidos pela Vara Ambiental Federal, em Curitiba, foram cumpridos em Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel, Apucarana, Arapongas, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Matinhos, Santo Antônio da Platina, Telêmaco Borba, Toledo, Umuarama, União da Vitóriae na Capital do Estado.

Leia mais na edição de sexta-feira (21) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná