Apucarana

Comissão tripartite vai fiscalizar as rodovias pedagiadas da Rodonorte

Da Redação ·
Comissão tripartite vai fiscalizar rodovias da Rodonorte
fonte: Arquivo
Comissão tripartite vai fiscalizar rodovias da Rodonorte

A comissão tripartite que fiscaliza os serviços de concessão rodoviária vistoria quinta e sexta-feira (13 e 14) as condições de obras, serviços e fluidez de tráfego na área de operação da CCR Rodonorte. A comissão reúne representantes do Governo do Estado, de empresas e de usuários das estradas, que acompanham os trabalhos de conservação e recuperação da malha e verificam o cumprimento dos compromissos contratuais.

Serão percorridos 597 quilômetros entre Curitiba e São Luís do Purunã (BR-277), São Luís do Purunã e Ponta Grossa (BR-376), Ponta Grossa e Sengés (PR-151 e PR-239) e Ponta Grossa e Apucarana (BR-373 e BR-376). A comissão também fiscalizará o trecho da PR-090 de Piraí do Sul em direção a Ventania.

Depois de dez anos sem atividades, os trabalhos da comissão foram retomados em julho com a fiscalização da Ecovia, que opera a BR-277, entre Curitiba e Paranaguá, e mais os acessos a Morretes (PR-408/ PR-508), Matinhos (PR-508) e Pontal do Paraná (PR-407).

AVALIAÇÃO – Serão observadas as condições de regularidade das rodovias, continuidade e eficiência, além do conforto oferecido ao usuário. Após percorrer o trecho, a comissão atribui notas à concessionária. A reunião da fiscalização da CCR Rodonorte será na Superintendência Norte do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), na sexta-feira, em Londrina.

O resultado da avaliação só será divulgado após a fiscalização dos seis lotes que formam as rodovias concessionadas pelo Estado. Em seu relatório final a comissão poderá apresentar comentários, sugestões e recomendações à Secretaria de Infraestrutura e Logística e à diretoria regional da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). A última fiscalização está prevista para dezembro.

MEMBROS - A Comissão Tripartite é composta por 15 pessoas indicadas pelo Governo do Estado (poder concedente), pelas concessionárias de rodovias e usuários do Anel de Integração.

continua após publicidade